Inscrições para o Social Hack se encerram nesta segunda dia 15

Blog SerMídia,

A maratona virtual de ideias visa estimular o surgimento de soluções e negócios inovadores para problemas socioambientais com base nos objetivos da Organização das Nações Unidas (ONU).

Os jovens que desejam participar de uma competição que estimula a criatividade e a inovação, ainda podem se inscrever na segunda edição do Social Hack, um hackathon promovido pelo Sebrae no Rio Grande do Norte e parceiros, voltado para o desenvolvimento de soluções e negócios inovadores na área socioambiental. A competição será totalmente virtual. As inscrições terminam na próxima segunda-feira (15) e podem ser feitas gratuitamente pelo site www.socialhack.com.br. O evento será realizado entre os dias 18 e 20 deste mês. 

A proposta é estimular jovens, universitários ou não, acima de 18 anos, a desenvolverem ideias de soluções para ajudar o mundo a atingir os objetivos globais de desenvolvimento sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU). O Social Hack é uma realização do Sebrae-RN em parceria com a Powred by StartUpDays voltada a jovens maiores de idade de todo o País, que podem formar uma equipe e disputar online. As equipes concorrem a vários prêmios, como Amazon Echo Dot (1º lugar), Headphone JBL Bluetooth (2º lugar) e Pulseira Xiaomi Mi Band 4 (3º lugar).

Além de toda experiência com a troca de conhecimento e do networking que o hackathon proporciona, as equipes com os melhores projetos receberão premiação para cada um dos integrantes do time.

É possível inscrever um time, convidando outros amigos, ou se inscrever individualmente. Neste caso, o candidato será encaixado em uma das equipes inscritas.  “Procuramos diversidade entre as equipes e queremos criar uma comunidade nacional de jovens que desejam mudar o mundo com suas iniciativas e ideias”, afirma a analista técnica do Sebrae-RN, Mona Paula Nóbrega, que coordena o Social Hack.

Os jovens têm como desafio criar uma solução ou ideia de negócio de impacto social com base nos objetivos da ONU, entre eles, a erradicação da pobreza, fome zero e agricultura sustentável, trabalho decente e crescimento econômico, redução das desigualdades e ação contra a mudança global do clima.

 A competição começa exatamente com a formação dessas equipes no dia 16. Dois dias depois, será realizada uma live de abertura, quando será repassado o briefing dos desafios. Também haverá ideação e estudos dos desafios. No dia 19, os participantes terão mentorias para auxiliá-los a estruturar e desenvolver a ideia de negócio, fazer a prototipagem e validação. No último dia, os projetos serão submetidos à avaliação e haverá a divulgação dos vencedores. Fonte: Sebrae RN


A+ A-