AGN apresenta expertise no financiamento ao turismo em evento regional

Encontro teve por objetivo aproximar as IFDs do público convidado pelas Associações do G20+.

Da redação, AGN,
Divulgação
Segmentos que compõem o setor de Turismo respondem pela geração de mais de 7,5 milhões de empregos no País.

Com o setor turístico enfrentando dificuldades em razão das limitações de circulação impostas pela pandemia da covid-19, o crédito se tornou uma alternativa para manutenção de empresas, empregos e renda no país. Com esse viés, a Agência de Fomento do Rio Grande do Norte fez sua apresentação nesta terça-feira (27), por videoconferência, no primeiro evento regional integrante do ciclo de reuniões "Jornada de Financiamento ao setor de Turismo".

Os segmentos que compõem o setor de Turismo são responsáveis pela geração de mais de 7,5 milhões de empregos diretos e indiretos no país e por, aproximadamente, 8% do PIB do Brasil. O encontro teve por objetivo aproximar as IFDs do público convidado pelas Associações do G20+ para melhor conhecer o Sistema Nacional de Fomento e seus produtos, assim como discutir as possibilidades para o acesso ao crédito.

A apresentação da AGN foi feita pela diretora-presidente, Márcia Maia, que apontou as medidas adotadas na concessão do crédito para apoiar os empreendedores do setor, parcerias com entidades ligados ao setor, além das estratégias de divulgação adotadas para ampliar o conhecimento sobre os produtos financeiros disponíveis e as possibilidades de garantias disponibilizadas aos clientes.

"Sabemos do impacto que a pandemia trouxe para os diversos setores, especialmente o turismo, e no caso do nosso estado, tem um papel importante no PIB. Assim, buscamos criar condições para assegurar a manutenção das empresas, dos empregos e da renda dos profissionais e empreendedores ligados ao setor, seja ele informal ou formal. É uma batalha longa, mas que vamos vencer. E a busca crescente pelo crédito da AGN tem mostrado isso", afirmou Márcia.

Ao todo, somados os financiamentos realizados via Fundo Geral do Turismo (Fungetur) e ProTurismo (recursos próprios), a instituição financeira potiguar já financiou mais de R$ 2,69 milhões para 262 empreendimentos no estado, com cerca de outros R$ 1,5 milhão em financiamento sob análise de crédito para liberação às empresas.

Sobre o evento

O evento é uma realização da Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE), em parceria com o Ministério do Turismo e o G20+. Além da AGN, participaram do evento outras instituições localizadas na região Nordeste associadas à ABDE e que operam linhas de financiamento que têm como objetivo o estímulo ao desenvolvimento do setor de turismo na região.

O G20+ é a união de 21 associações do Turismo, de âmbito nacional, que atuam nos principais segmentos do setor como agências de viagens; atrações turísticas; cruzeiros marítimos; eventos; hotéis; parques de diversões; resorts, operadoras de turismo e promotores de destinos.

Tags: AGN financiamento turismo
A+ A-