Serviços extras de transporte público são autorizados pela STTU enquanto durar a greve

Apenas 30% da frota está circulando em Natal

Redação,
Foto: Kléber Teixeira | Inter TV Cabugi
Os motoristas cobram reajuste salarial e pagamento integral de auxílio-alimentação

Após ter greve deflagrada antecipadamente pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Rio Grande do Norte (Sintro), a Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU), autoriza a operação dos permissionários do transporte opcional no mesmo itinerário das linhas de ônibus. 

A medida tem validade enquanto durar a greve do transporte público em Natal, que estava prevista para ter início na próxima quarta-feira (19) e que pegou o natalense de surpresa desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (18).

Estão autorizados também veículos do serviço de transporte escolar, táxis, de transporte da Região Metropolitana e de turismo registrados pelo Departamento de Estradas de Rodagens (DER) para que possam operar no itinerário das linhas de ônibus. A Portaria  será publicada no Diário Oficial do Município desta quarta-feira (19).

Em entrevista nesta terça-feira (18), ao Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan Natal, o consultor técnico do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Natal (Seturn) informou que não há um acordo para a suspensão da paralisação e que  30% da frota está circulando em Natal desde o início da manhã desta terça-feira. 

Os motoristas cobram reajuste salarial e pagamento integral de auxílio-alimentação. O Seturn encaminhou ofício solicitando reunião em caráter de urgência com o prefeito de Natal, Álvaro Dias, para definir o dissídio coletivo do setor e tratar sobre a isenção do imposto municipal.


Tags: greve paralização sttu transporte público
A+ A-