Rodovias pavimentadas no RN chegaram a quase 4,6 mil km de extensão em 2015

Anuário divulgado pela CNT apontou também que frota de veículos no Estado ultrapassa 1,1 milhão.

Allan Dubeux,
DNIT/R. Lucena
No Rio Grande do Norte, a extensão de rodovias pavimentadas aumento de 4.343 km em 2001 para 4.554 km em 2015.

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgou o anuário sobre o transporte no Brasil. O documento reúne as principais informações e dados sobre o transporte rodoviário, ferroviário, aquaviário e aeroviário na área de cargas e passageiros. A CNT avalia toda malha federal pavimentada e os principais trechos das malhas estaduais também pavimentadas.

No Rio Grande do Norte, a evolução da malha rodoviária pavimentada passou de 4.343 quilômetros em 2001 para 4.554 quilômetros em 2015. Vale lembrar que em 2010 foi quando se observou a melhor situação das rodovias no Estado com 4.669 quilômetros pavimentados.

Em relação à malha rodoviária não pavimentada, o RN teve uma redução de 23.109 quilômetros no ano de 2001 para 22.892 em 2015. O dado mais recente foi o menor número desde que a pesquisa começou a ser realizada há 15 anos.

Já a malha rodoviária planejada evoluiu de 422 quilômetros em 2001 para 618 quilômetros em 2015.

Veículos

VeiculosRN

O Rio Grande do Norte licenciou somente no ano passado 29.660 veículos novos. Desse total, 24.675 foram automóveis. A frota total do Estado em 2015 foi de 1.110.993 veículos, o que correspondeu ao aumento de 67.485 veículos comparado ao ano de 2014, que totalizou 1.043.508.

Brasil

A frota de produção de veículos montados dos tipos automóveis particulares, comerciais leves, caminhões e ônibus passaram de 1.674.522 veículos em 2001, para 2.429.421 em 2015.  Tendo o ano de 2011 com 3.416.674 como auge da produção de veículos montados no país. Em 2015 foram exportados 417.332 veículos montados no Brasil.

O presidente da Confederação Nacional do Transporte, Clésio Andrade, apontou o anuário como o resgate da cultura de difusão de dados do setor para o planejamento sistêmico do transporte nacional, e assim orientar transportadores, planejadores, formuladores de políticas públicas para ações voltadas a melhoria do setor.  

O documento dá a dimensão da grandiosidade e da importância do transporte para o país. Os números mostram a diversidade da atuação dos transportadores, a evolução do setor e os desafios a serem superados.

Tags: Anuário CNT Rio Grande do Norte Rodovias transportes Veículos
A+ A-