Rodoviários deflagram greve por tempo indeterminado a partir de quinta

Trabalhadores cobram pagamento de salários e benefícios trabalhistas em atraso.

Da redação,
Sintro
Trabalhadores rodoviários decidiram paralisar atividades a partir da próxima quinta-feira por causa de atraso de salários e benefícios.
Os trabalhadores rodoviários comunicaram nesta terça-feira (16), que irão deflagrar uma greve por tempo indeterminado a partir da próxima quinta-feira (18), para cobrar dos patrões o pagamento de salários e benefícios trabalhistas que estão em atraso, de acordo com a categoria.

Segundo o sindicato dos trabalhadores rodoviários (Sintro), não está sendo pago o vale alimentação e o plano de saúde dos funcionários. “A direção do sindicato dos trabalhadores rodoviários vem comunicar que mesmo com o pedido realizado pelo sindicato de reconhecimento da data base através do protesto judicial e reconhecido pelo desembargador Bento Herculano, o Seturn de forma irresponsável e ilegal deixa de pagar o vale alimentação e o plano de saúde dos trabalhadores, causando o desespero na categoria.”, disse Júnior Rodoviário.

O presidente do Sintro destacou ainda que a greve foi aprovada em assembleia geral do sindicato e o edital da paralisação foi publicado em um jornal da cidade. “Temos que combater este abuso patronal e a greve é a nossa única defesa”, afirmou o sindicalista.

Tags: Transportes
A+ A-