Ônibus de três empresas voltam a circular em meio à greve dos rodoviários

Prefeitura do Natal acionou a Justiça para decretar ilegalidade da paralisação.

Da redação,
Diário do Transporte
Frotas de ônibus das empresas Guanabara, Cidade do Natal e Conceição voltaram a operar normalmente nesta quinta.

Os ônibus de três empresas: Guanabara, Cidade do Natal e Conceição, voltaram a circular na manhã desta quinta-feira (25), após a Prefeitura do Natal acionar a Justiça contra a greve dos rodoviários. O executivo municipal entrou com o requerimento de decretação de “ilegalidade e abusividade” do movimento grevista promovido pelo Sindicato dos Rodoviários (Sintro).

Na ação, a Prefeitura afirma que o Sintro não garantiu o percentual mínimo de 43,27% rodando diante do movimento grevista. Ainda ontem, a Conceição conseguiu na justiça uma liminar que determinava que o sindicato não impeça a circulação da frota da empresa. O documento estabelece ainda que os representantes sindicais permaneçam a uma distância mínima de 500 metros da sede da empresa, sob pena de multa em caso de descumprimento.

A greve dos rodoviários começou na última segunda-feira (22). Os trabalhadores cobram o pagamento de salários e benefícios que estariam em atraso (plano de saúde, bale alimentação, entre outros).

Os rodoviários afirmam que os pagamentos de vale de alimentação e plano de saúde faziam parte da convenção de trabalho da categoria que venceu no último dia 30 de maio. Desde então, os rodoviários cobram a manutenção do acordo, rebatido pelas empresas de transporte sob a alegação de falta de recursos, o que gerou o impasse. 

Os grevistas afirmam que os pagamentos de vale de alimentação e plano de saúde faziam parte da convenção de trabalho da categoria que venceu no último dia 30 de maio.

Com as decisões judiciais, a STTU informou que a frota das empresas Guanabara, Cidade do Natal e Conceição estão operando normalmente, enquanto as outras empresas ainda estão com veículos retidos na garagem.
Tags: Transportes
A+ A-