Greve de ônibus em Natal é suspensa após assembleia

O retorno está previsto para voltar a normalidade na segunda-feira.

Da redação,
José Aldenir
Em março, as negociações sobre reajuste salarial devem voltar à pauta

A decisão de suspender a greve dos trabalhadores rodoviários foi tomada em assembleia na tarde desta sexta-feira (21). Em contrapartida, a maioria votou mediante a garantia do pagamento de 100% do vale-alimentação por parte dos empresários dos transportes. 

Uma nova audiência está prevista para a próxima quarta-feira (26).

Inicialmente a proposta apresentada pelo desembargador do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RN), Eridson João Fernandes Medeiros, era a suspensão da greve com a concessão de reajuste de 75% do vale alimentação. Em comum acordo, o reajuste ficou integral.

Em março, as negociações sobre reajuste salarial devem voltar à pauta. O retorno da frota às ruas, está previsto para voltar a normalidade na segunda-feira (24),  como nos fins de semana a frota já é reduzida, não sofrerá alterações.

Outra conquista da categoria do transporte público da capital é o abono de possíveis faltas dos colaboradores em decorrência da greve. Sem penalizar os motoristas pela paralisação das atividades, além de garantir todas as “cláusulas da comissão coletiva” até o final de abril de 2023, de acordo com Harley Deyverson, diretor de comunicações do  Sindicato dos Trabalhadores e Transportadores Rodoviários do RN (Sintro).

Tags: fim da greve greve natal ônibus transporte
A+ A-