Ultrapassagem perigosa pode custar R$ 2 mil a partir deste sábado

A direção perigosa é uma das principais causas das colisões frontais.

Da redação, Portal da Band,

ultrapassagem_perigosa_370A imprudência e a irresponsabilidade no trânsito vão custar mais caro aos motoristas a partir deste sábado (1º). A multa para quem participar de rachas ou forçar ultrapassagens em locais proibidos será de quase R$ 2 mil.

A direção perigosa é uma das principais causas das colisões frontais. Só em Minas Gerais, Estado com maior malha viária do país, 40% das mortes foram provocadas por ultrapassagens perigosas, segundo a Polícia Rodoviária Federal.

Por isso, a imprudência vai pesar mais no bolso: a multa por ultrapassar em local proibido ou pelo acostamento será de R$ 957,70.  Para quem forçar uma ultrapassagem, a penalidade passa de R$ 191 para R$ 1.915.

O reajuste nas penalidades é de 1000% e o mesmo valor será aplicado para quem participar de rachas. Se o motorista repetir a infração no prazo de um ano, paga o dobro - essas multas não eram reajustadas há cerca de onze anos.

Segundo o especialista em trânsito Osias Batista, a medida deve ser eficaz para diminuir este tipo de infração.

"Quando essa multa aumentar o valor e a pessoa pensar que tem que pagar dois mil, três, quatromil reais, ela vai raciocinar mais um pouquinho antes de cometer a infração”, justifica. “Principalmente porque essas infrações são conscientes ninguém comete uma ultrapassagem num lugar proibido sem querer." 


Tags: direção perigosa
A+ A-