Com atribuição de fiscalizar, Cetran auxilia órgãos a promover educação no trânsito

Conselho desempenha papel importante para educar condutores e manter a reflexão sobre o trânsito como um espaço plural.

Da redação,
Reprodução
presidente do Conselho ressaltou a importância de educar condutores e manter a reflexão sobre o trânsito como um espaço plural.

Responsável por acompanhar o funcionamento dos demais órgãos de trânsito, passando pela parte administrativa, engenharia, fiscalização e educação, o Conselho Estadual de Trânsito (Cetran) participou ativamente da Semana Nacional de Trânsito no estado. O evento, que aconteceu de período de 18 a 25 deste mês, promoveu uma série de ações educativas de conscientização no trânsito.

“As atividades aconteceram em via pública esse ano graças as medidas de imunização contra a Covid-19, conseguimos ter contato com a população”, disse Harinson Carpegeano, presidente do Cetran-RN, em entrevista ao Diálogos Nominuto desta quinta-feira (30).

O Cetran é a unidade máxima a nível estadual e tem um papel de acompanhar os demais órgãos de trânsito do estado, com 14 representações, incluindo a sociedade civil. O Conselho também tem atribuições na análise e julgamento de recursos de segunda instância, ou seja, recursos indeferidos pela Junta Administrativa de Recursos de Infração (JARI). O Cetran Também atua na implantação do trânsito unidades gestoras nos municípios.

O presidente do Conselho ressaltou a importância de educar condutores e manter a reflexão sobre o trânsito como um espaço plural, para diminuir a polaridade e a violência. Ele também destacou que o Rio Grande do Norte tem em média 500 mortes por acidente de trânsito por ano, por isso a necessidade a adoção de medidas para diminuir esse número.

“Motoristas e órgãos reguladores não estão em lado opostos, e sim do mesmo lado em prol da vida”, pontuou.

harinson-hh

Ele disse ainda que 94% dos acidentes são causados pelo fator humano. Harinson frisou que o Cetran acompanha as atividades administrativas de conscientização e educação no que tange as competências dos órgãos estaduais e municipais.

“O Conselho está lá para fiscalizar e também para orientar os gestores, para uma melhor aplicação de recursos nos municípios. Estamos com uma comunicação permanente com a engenharia, com a malha viária e a sinalização para que o usuário pode ter uma melhor conduta no trânsito”, disse.

O presidente ainda falou sobre a facilidade de portar as documentações necessários hoje em dia, sem a necessidade de ter os registros de forma física. Atualmente a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) possuem o formato digital.

“Hoje não precisa mais ter o papel impresso tem a possibilidade do CRLV e da CNH digital, o porte da documentação continua sendo obrigatória, mas há outra possibilidades”, finalizou.


Confira a transmissão:


Tags: cetran Detran trânsito
A+ A-