Faceponto está entre os 100 selecionados no Programa IA² do MCTI

Startup potiguar foi a única empresa do RN a chegar na fase final da disputa.

Da redação,
Divulgação
Faceponto oferece solução para gestão da jornada de trabalho e ponto digital inteligente por georreferenciamento.

O gerenciador inteligente de jornada de trabalho, Faceponto, é uma das 100 startups que foram selecionadas no ranking do Programa Inteligência Artificial/Inovação Aberta (IA²), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), do governo federal. A única representante potiguar que foi selecionada para esta fase final, disputou vaga com as 736 empresas aptas para a seleção, majoritariamente localizadas no Centro-sul do país. Seis empresas da região Nordeste foram classificadas.

Segundo o CEO da Faceponto, o advogado Cássio Leandro, o programa vai apoiar diversos projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), que apresentam soluções em Inteligência Artificial (IA). “O programa tem alcance nacional e é uma importante oportunidade de apoio e investimentos em projetos de P&D, como o nosso Faceponto. Temos uma política de reinvestimento focada na inovação e cocriação junto ao mercado, atendendo demandas reais de nossos clientes. O reconhecimento do MCTI é uma prova que seguimos no caminho certo”, diz.

Dos 125 selecionados, 100 participantes e 25 na lista de reserva, o programa vai selecionar 30 projetos que poderão conquistar um aporte de até R$ 500.000,00. “A avaliação elegeu os 100 melhores. Estamos orgulhosos de representar o RN nesse programa e, também, o Nordeste, já que apenas seis empresas chegaram entre os classificados. Estamos bem qualificados nesta fase, pois alcançamos 75% da nota máxima”, afirma Cássio Leandro. “Figuramos a seleta lista das 18 ‘scaleup’ selecionadas do Brasil. Ou seja, nosso nível de evolução tecnológica está na fase escalar da startup”, complementa.

sócios-Faceponto-H

Sobre o Faceponto

Utilizado por mais de 300 empresas do Rio Grande do Norte e de Estados vizinhos e mais de 10 mil colaboradores acessando diariamente, o Faceponto oferece solução para gestão da jornada de trabalho e ponto digital inteligente por georreferenciamento, independentemente da quantidade de funcionários que se tem. São computados mais de um milhão de pontos batidos por mês.

Com o aplicativo é possível registrar o ponto do trabalhador, gerenciar férias e faltas e auxiliar aqueles que tem uma rotina de trabalho em trânsito. As soluções ofertadas pela startup potiguar podem ser contratadas por grandes corporações com milhares de funcionários ou uma residência com apenas uma secretária do lar, por exemplo.

“Conseguimos transformar um dispositivo móvel em um sistema mobile de ponto, que substitui relógio de ponto tradicional com eficiência, qualidade e respaldo jurídico, ou seja, simplificamos o setor de RH de uma empresa de forma transparente entre empregador e empregado, pois as informações coletadas ficam acessíveis para os dois com segurança digital”, explica o CEO do Faceponto, Cássio Leandro.

Tags: Faceponto georreferenciamento Inteligência Artificial MCTI ponto digital inteligente startup
A+ A-