Presos gravam vídeo ameaçando incendiar outro detento em Alcaçuz

De acordo com a diretora da penitenciária, Dinorá Simas, a situação foi controlada ainda pela manhã.

Flávio Oliveira,

Um fato elevou o nível de tensão entre os apenados que promovem a rebelião na Penitenciária Estadual de Alcaçuz. Na manhã de hoje (17) um dos presos esfaqueou outro detento, dentro do pavilhão 3.

Após o incidente, os demais detentos rebelados decidiram amarrar o responsável pelas facadas e ameaçaram incendiar o homem vivo. As ameaças foram registradas em vídeos gravados pelos próprios presidiários e que circularam pelas redes sociais.

Em um dos vídeos, é possível ver um presidiário imobilizado sobre as grades das celas amontoadas enquanto pede ajuda para não ser assassinado. Uma voz (provavelmente de quem registrou as imagens) explica que ele seria queimado como punição por ter ferido outro presidiário durante a rebelião e caso o Grupamento de Operações Especiais (GOE) realizasse a incursão para o resgate do ferido.

Segundo a diretora do presídio, Dinorá Simas, a situação foi controlada ainda pela manhã. "Como o ferimento foi superficial, enviamos um material para que eles próprios realizassem os primeiros socorros", contou. A diretora disse ainda que através de negociação junto com os advogados no presídio, o homem que aparece imobilizado não foi incendiado.

Confira um dos vídeos:


Tags: Segurança
A+ A-