Policia Federal tem novo superintendente no Rio Grande do Norte

Luiz Carlos Nóbrega Nelson é potiguar, tem 45 anos e substituiu a Caio Rodrigo Pellim que esteve no cargo a partir de 2020.

Da redação, PF,
Ascom/PF
Luiz Carlos Nóbrega Nelson tomou posse nesta quinta-feira como novo superintendente da Polícia Federal no RN.

Tomou posse nesta quinta-feira (5) o novo superintendente regional da Polícia Federal no Rio Grande do Norte, Luiz Carlos Nóbrega Nelson. O dirigente é potiguar, tem 45 anos e substituiu a Caio Rodrigo Pellim que esteve no cargo a partir de 2020.

A solenidade foi realizada no auditório da sede do órgão em Natal e contou com a presença de diretores, demais servidores da PF, bem como autoridades dos poderes legislativo, executivo e judiciário, além de militares e representantes civis das esferas municipal, estadual e federal.

Compuseram a mesa de honra naquela oportunidade o vice-governador do Rio Grande do Norte, Antenor Roberto; o diretor-geral da PF, Paulo Maiurino; o presidente do TRE, desembargador Gilson Barbosa; o diretor do foro da Justiça Federal, Carlos Wagner Ferreira; o brigadeiro José Virgílio Avellar e o delegado federal Luiz Carlos Nóbrega Nelson.

Em razão das restrições impostas pelo estado de emergência sanitária dacovid-19, o ato teve limitada a capacidade do auditório.

Por ocasião do seu pronunciamento, o novo gestor proferiu um emocionado discurso onde fez questão de relembrar, como bom filho desta terra, seus tempos de adolescência na rua Jundiaí, no Tirol, os estudos na antiga ETFRN e a graduação em direito concluída pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Também ressaltou o início da sua carreira profissional como advogado, assistente jurídico do Ministério Público do RN e reservou um capítulo especial para falar, com indisfarçável orgulho, sobre o seu ingresso na Polícia Federal.

Tecendo comentários sobre a difícil missão que lhe foi confiada, dentre muitos outros pontos abordados, disse ter ficado extremamente honrado em poder compor os quadros do órgão neste estado, pois a sociedade espera e almeja que a Policia Federal seja uma instituição de excelência, e somente agindo de forma atuante, resiliente, profissional e equilibrada conseguirá tal intento: “As tarefas são hercúleas para um efetivo diminuto, mas nossos servidores são excepcionais. E com esses servidores venho somar esforços no intuito de deixar um legado para a sociedade potiguar, de construir um país melhor, uma sociedade mais segura e tranquila”, asseverou.

Currículo

Nascido na capital potiguar, o delegado Luiz Carlos é graduado em direito pela UFRN e pós-graduado em direito público pela Faculdade do Amapá. Exerceu a advocacia, foi assessor jurídico do MP e ingressou na Polícia Federal no ano de 2003, como escrivão, no estado do Pará. Ainda naquele ano, se formou delegado e assumiu suas funções no Amapá.

Em Macapá, chefiou a Delegacia de Defesa Institucional; a Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Meio-Ambiente e o Patrimônio Histórico e a Delegacia de Crimes contra o Patrimônio e ao Tráfico de Armas. Além disso, chefiou a Divisão de Estudos, Legislação e Pareceres da Coordenação Geral de Controle de Serviços e Produtos da Policia Federal e foi professor das disciplinas de crimes ambientais e regime jurídico na Academia Nacional de Polícia.

O novo delegado da PF também foi adido policial em Buenos Aires/Argentina, chefiou a Divisão de Assuntos Parlamentares, exerceu a função de assessor técnico da Direção Geral da PF, membro do Conselho Nacional de Segurança Pública e chefe da Divisão de Assuntos Parlamentares em Brasília/DF.

Luiz Carlos Nóbrega Nelson é o 25ª superintendente na história a comandar a Polícia Federal desde que a instituição foi instalada em solo potiguar em 29 de abril de 1965.

Tags: Luiz Carlos Nóbrega Nelson Polícia Federal posse superintendente
A+ A-