PCC assume autoria de incêndios a ônibus em Natal

Governador do estado falou também que não vai negociar com os presos.

Rafael Araújo,
Frankie Marcone/Nominuto
Atos criminosos também têm relação com a rebelião dos presos nas penitenciárias do estado.
O Primeiro Comando da Capital (PCC), organização criminosa do estado de São Paulo, assumiu a autoria dos incêndios aos ônibus de Natal, ocorridos na noite de ontem (16). A informação foi repassada pelo governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), na manhã de hoje (17), em entrevista coletiva da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social.

Os atos criminosos também têm relação com a rebelião dos presos nas penitenciárias do estado. Mas, de acordo com o governador, o executivo estadual não vai entrar em acordo com os apenados. “Nós não vamos negociar com os presos, o que iremos fazer é realizar melhorias no sistema prisional do estado”, comentou.

O presidente do Tribunal de Justiça, Cláudio Santos, também falou sobre a situação dos presos. "Não podemos entrar em acordo com eles, mas também precisamos tratá-los com dignidade, assim como qualquer outro cidadão”, disse. 

Tags: Segurança
A+ A-