Número de pessoas desaparecidas cresce 60% no RN

Dado faz parte de um levantamento da Secretaria de Segurança Pública do Estado (Sesed).

Da redação,
PB Agora
Do total de desaparecidos no primeiro quadrimestre de 2022, na capital, 19 foram crianças e adolescentes menores de idade. (Imagem ilustrativa)

Os casos de pessoas desaparecidas aumentaram 60% no primeiro quadrimestre de 2022, no Rio Grande do Norte, se comparado ao mesmo período do ano passado. O dado faz parte de um levantamento da Secretaria de Segurança Pública do Estado (Sesed).

De janeiro a abril, foram registrados 168 desaparecimentos, contra 105 no mesmo período do ano anterior, ou seja, este ano tivemos 63 ocorrências a mais. Vale ressaltar que os dados oficiais não apontam o percentual de pessoas dadas como desaparecidas que foram encontradas posteriormente.

Segundo o levantamento, a maior parte das ocorrências foi registrada nas delegacias de Natal. Ao todo, a capital registrou 90 desaparecimentos desde o começo do ano, ou seja, 53,5% das ocorrências no estado. No mesmo período do ano passado, apenas 37 casos tinham sido registrados na capital. 

Do total de desaparecidos no primeiro quadrimestre de 2022, na capital, 19 foram crianças e adolescentes menores de idade.

Segundo o delegado Cláudio Henrique, da 9ª DHPP, é impossível, ao menos a princípio, explicar as causas do aumento do registro de desaparecimentos.

"Esse é um fenômeno social muito complexo, com diversos fatores que podem influenciar no aumento do registro. Faz-se necessário uma analise profunda dos dados de desaparecimento de anos anteriores, especialmente pré-pandemia, a fim de se buscar uma causa que explique aumento", considerou.

Tags: adolescentes cresce os desaparecidos crianças desaparecidos Rio Grande do Norte
A+ A-