Uso de máscaras em menores de 2 anos é perigoso, avisam pediatras brasileiros

Restrição deve ainda ser estendida para crianças com doenças pulmonares e pessoas com distúrbios neurológicos, independentemente da idade.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Mladen Antonov/AFP
Especialistas dizem que para quem tem idade inferior a 2 anos, o uso da máscara facial pode dificultar a respiração.

SELO-CORONA-100Prática já adotada pela população de países asiáticos para se proteger de doenças respiratórias transmitidas principalmente no inverno, o uso de máscaras se mostrou um instrumento eficaz na prevenção ao novo coronavírus. Mas dependendo da faixa etária da criança e da condição clínica, o uso deve ser evitado. Especialistas lembram que para quem tem idade inferior a 2 anos, o uso da máscara facial pode dificultar a respiração e até aumentar o risco de asfixia.

A Associação Pediátrica do Japão fez um apelo aos pais sobre esse perigo em um momento de reabertura da economia no país. O Centro para Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos e a Academia Americana de Pediatria também já emitiram notas similares.

O brasileiro Paulo Henrique Martinez, de 36 anos, que mora no Japão há 30 anos, observa que menores de 2 anos não estão usando máscaras no país por causa da recomendação pediátrica. "Apenas acima dessa idade usam e obrigatoriamente em escolas e hospitais".

Sua amiga, a japonesa Akira Suzuki, de 27 anos, é mãe da Yua, de 6. Para a filha que está na primeira série, é mais fácil explicar sobre a doença. "Com a retomada das aulas, o uso de máscara será obrigatório mesmo dentro da sala de aula. Mas com essa idade, as crianças já entendem bem e sabem usar corretamente".

No Brasil, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP) concordam com os médicos japoneses sobre a importância de orientar sobre os riscos aos menores de 2 anos e também crianças com doenças pulmonares e portadores de distúrbios neurológicos.

"O sufocamento é o principal risco. Não somente em crianças menores de 2 anos, mas crianças com doenças pulmonares, como asmáticos em crise, ou com distúrbios neurológicos não devem usar máscaras. No último caso, independentemente da idade o uso não é recomendado. A máscara deve ser evitada por aqueles que não conseguem manejar, ou seja, tirar a própria máscara do rosto", afirma o infectologista Renato Kfouri, presidente do Departamento Científico de Imunizações da SBP.

Tags: alerta covid-19 crianças novo coronavírus pandemia risco de sufocação uso de máscaras
A+ A-