SMS analisa tecnologia que promete eliminar nitrato da água

Essa tecnologia está sendo testada na zona norte e a Caern está fazendo uma análise da eficácia do método.

Da redação,
Representantes da empresa Natalhidro vão se reunir, na tarde de hoje (18), com a chefia do Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde para apresentar uma tecnologia que pretende acabar com o nitrato da água. A tecnologia já está sendo testada no poço P54, na zona norte, com o acompanhamento e análise da Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern) e do Departamento de Vigilância Sanitária.

De acordo com o responsável técnico pelo Projeto, o químico Thiago Félix, o nitrato torna a água tóxica sendo prejudicial principalmente para crianças, podendo causar doenças graves como a Metamoglobinemia, conhecida como Síndrome do Bebê Azul, e o Câncer Gástrico.

“A tecnologia é feita com o uso de um filtro automático e programável que permite, através de uma resina com microesferas feita especialmente para esse propósito, reduzir o nitrato da água de 80 a 90%.”, explicou Thiago.

A empresa firmou um contrato de três meses com a Caern e, caso seja dado o laudo positivo, a tecnologia será expandida para todas as regiões da cidade que sejam necessárias.
Tags: Tecnologia Tratamendo da Água
A+ A-