Sesap reúne municípios para alinhar a vacinação contra a covid-19 no RN

Foram sete reuniões, de uma hora cada, contando com a presença de 60 a 80 pessoas de cada região, reunindo ao todo 500 pessoas.

Da redação, Sesap,
Divulgação
Sesap acertou com municípios ações de apoio à vacinação, principalmente ao processo de inserção de dados no sistema RN+ Vacina.

SELO-CORONA-100Acompanhar, apoiar e estar próximo aos municípios para que a vacinação no Rio Grande do Norte seja célere, transparente e ocorra de maneira justa. Esses são os objetivos das reuniões que aconteceram durante toda o dia de ontem (15) entre a equipe técnica da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), representantes de todas as regionais de saúde e dos municípios potiguares

As reuniões foram convocadas pela equipe de imunização da Sesap, com a coordenação de Lyane Ramalho, subsecretária de Planejamento e Gestão, e Kelly Lima, coordenadora de Vigilância em Saúde. Os encontros virtuais contaram com secretários municipais de saúde, equipes técnicas de imunização, coordenadores da atenção primária em Saúde de todos as cidades, Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do RN (Cosems), membros do Ministério Público e dos Conselhos Estaduais e Municipais de Saúde.

Foram sete reuniões, de uma hora cada, contando com a presença de 60 a 80 pessoas de cada região, reunindo ao todo 500 pessoas. O grupo alinhou e acertou ações de apoio, em conjunto à equipe do RN+ Vacina, principalmente ao processo de inserção de dados no sistema após a aplicação de doses das vacinas contra a covid-19.

Lyane Ramalho fez uma apresentação com os dados de cada regional de saúde, apontando a diferença entre as doses distribuídas e as doses aplicadas pelos municípios que faltam ser inseridas no sistema do RN+ Vacina. “Percebemos que existe uma diferença enorme e precisamos dar celeridade, por isso unimos todos os municípios para oferecer apoio operacional, abrir o diálogo e compreender como podemos ajudar na inserção dos dados”, disse Lyane.

Como exemplo, foi levantado o dado de que existem hoje aproximadamente 200 mil doses que faltam ser inseridas no sistema. “Cada um dos municípios trabalham dia e noite, mas temos sub-registros. E precisamos nos unir para que todos os dados sejam colocados urgentemente”, completou.

Um ponto de fragilidade citado por alguns municípios foi a falta de digitadores, devido a equipe ser muito pequena para a quantidade de pessoas vacinadas. A Sesap orientou que cada município encaminhe seu pedido de apoio para o projeto de extensão da UFRN, que entrará como parceiro para ajudar a todos os municípios. Caso seja dificuldade de manuseio no sistema RN+ Vacina, a equipe responsável pela plataforma colocou-se à disposição para auxílio.

Nicolas Veras, pesquisador do Lais, que acompanhou todas as reuniões reafirma a importância da plataforma. “Ela é importante para dar controle, transparência e equidade no processo de vacinação, além de melhorar a questão logística. O Estado tem todo o controle de estoque das unidades em tempo real, desde que o sistema seja alimentado em tempo real. Garantimos transparência para a população e para os órgãos de controle”, ressalta.

A plataforma permite que a população tenha acesso direto aos dados, permitindo também o controle e a fiscalização de órgãos de controle como o Ministério Público e o Tribunal de Contas, que tem acesso interno a detalhes do sistema, o que traz uma segurança fundamental para a população. “Por tudo isso os municípios precisam alimentar de maneira ágil, informando imediatamente as aplicações, para que a população consiga conferir a sua dose, acompanhar todas as etapas e fazer parte do processo. Nos colocamos à disposição de todos os municípios, com toda nossa equipe de suporte e de pesquisadores e além das reuniões, estamos sempre em contato direto com eles, para melhorar ainda mais a transparência de acesso ao sistema”, disse o pesquisador.

“Nós que fazemos a Vigilância em Saúde da Sesap estamos muito felizes em conseguir reunir todas as pessoas para abrir o diálogo e poder apoiar. É um momento de parabenizar e agradecer a participação de todas as pessoas aqui presentes. O Estado está apoiando e efetivamente mais próximo dos municípios”, disse Kelly Lima, coordenadora de Vigilância em Saúde da Sesap.

“Nós queremos vacinar mais e queremos arredondar o sistema, melhorar a vacinação e o estado ganhar como o todo, não existe o município sozinho e nem o estado sozinho, existe o SUS que é união de todos nós”, finalizou Lyane.

Um novo encontro será feito com cada região de saúde dentro de uma semana, para avaliar o andamento do processo.

Tags: alinhamento de ações covid-19 municípios Sesap vacinação
A+ A-