Servidores federais ocupam sede da Geap em Natal após reajuste de até 500%

Aumento praticado pela empresa ocorreu sem negociação ou aviso prévio.

Da redação,
Ascom/Sindprevs
Servidores chegaram antes das 8h e ocuparam as salas da Geap, em Natal, para protestar contra reajuste de até 500%.

Servidores federais vinculados a órgãos da Previdência, da Saúde e do Trabalho no Rio Grande do Norte ocuparam, nesta quinta-feira (14), a sede da Geap em Natal, uma das maiores operadoras de planos de saúde do Brasil. A ação tem como objetivo reverter o reajuste inesperado de até 500%, sem negociação ou aviso prévio, praticado pela empresa em funcionários públicos potiguares.

Os servidores chegaram antes das 8h e ocuparam as salas da representação. Desde que o reajuste foi feito, eles tentam diálogo com a operadora e não conseguem. O Sindicato dos Servidores Federais em Previdência, Saúde e Trabalho do Estado (Sindprevs), que representa a categoria, também buscou atendimento junto à empresa, mas sem retorno.

De acordo com o vice-presidente do sindicato, Djalter Rodrigues, os servidores vão permanecer no prédio até a direção nacional da operadora receber uma comissão de representantes em Brasília. “Essa decisão arbitrária vai gerar um caos social no RN, já que estamos falando de um universo de mais de cinco mil pessoas afetadas diretamente”, explica ele.

A maioria dos servidores paga o plano por meio de consignação. O servidor do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) aposentado Raimundo Araújo, por exemplo, segundo os novos cálculos, terá mais de R$ 5 mil descontados no contracheque pelo plano de saúde. Além de alto, o valor é superior ao que recebe pela sua aposentadoria.

Em Assembleia Extraordinária convocada pelo Sindprevs para ontem (13), foi aprovada pelos servidores o ingresso de ação judicial contra a Geap. Além disso, foi aprovada agenda de mobilizações contra o reajuste, incluindo a ocupação da sede local da empresa.

Tags: Geap protesto de servidores federais reajuste
A+ A-