Secretaria Municipal de Saúde divulga balanço da Copa em Natal

Mesmo como o deslizamento de terra no bairro de Mãe Luiza, o setor de saúde não passou por maiores problemas.

Da redação, Prefeitura de Natal,

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) manteve suas unidades de saúde em alerta, atuou com a vigilância sanitária e ambiental e montou, dentro da Fan Fest, um Posto Médico Avançado para atender as milhares de pessoas que por ali passaram.

A SMS ressalta que como se não bastassem às dificuldades do próprio mega evento, a cidade foi surpreendida pelo deslizamento de terra no morro de Mãe Luiza, que mesmo sem vítimas fatais, deixou famílias desabrigadas.

Segundo Carlos Magno Oliveira, diretor do Departamento da Vigilância em Saúde, setor responsável pela fiscalização sanitária e ambiental destaca que o setor de saúde não passou por maiores problemas.“Natal não registrou nenhum surto alimentar, sendo a única sede sem apresentar problemas na área de alimentos na sua arena esportiva, e avaliada pelos visitantes como a segunda melhor”. E completou dizendo que  “o índice de incidência da dengue é o menor dos últimos anos, com o número de atendimentos inferior a 2% dos visitantes”.

A SMS fez a categorização dos serviços de alimentação de 138 estabelecimentos e realizou inspeções na Arena das Dunas antes dos jogos, onde funcionaram 32 quiosques, três cozinhas e eram servidas duas mil refeições/dia. Também fez inspeção sanitária dos locais de treinamento e dos hotéis e pousadas.

A equipe de técnicos da SMS integrou o Centro Integrado de Operações conjuntas em Saúde (CIOCS), implantou e operou um Posto Médico Avançado na Fan Fest e desenvolveu outros projetos, como o "Proteja o GOL" (prevenção DST AIDS), e o "Programa Onze pela Saúde", implantado em oito escolas municipais. O programa "Consultório na Rua" da Secretaria atuou identificando crianças sob riscos de violência sexual no espaço do Fan Fest.

Segundo os dados coletados pelo CIOCS do primeiro ao último dia da Copa (período de 12 de junho a 13 de julho, último dia do evento), foram realizados 471 atendimentos em saúde, sendo 404 clínicos e 67 Traumas. Os atendimentos foram realizados em número de 243 na Arena das Dunas e 228 no Posto Médico do Fan Fest. Apenas dez pacientes tiveram de ser removidos para hospitais: 5 para o Hospital Walfredo Gurgel, 2 para o da Unimed, 1 para o Promater, 1 para o Hospital Giselda Trigueiro e 1 para a UPA de Cidade Esperança.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) realizou no período 2.400 atendimentos por mês de um total de 25 mil chamadas.

Tags: sms
A+ A-