RN tem 478 casos suspeitos do novo coronavírus

Maior concentração está em Natal, onde foram notificados 200 até o momento. Estado tem 14 casos confirmados da doença.

Da redação,
Reuters
RN tem 14 casos confirmados do novo coronavírus, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Sesap.

SELO-CORONA-100A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) informou na tarde desta terça-feira (24) que  o número de casos suspeitos do novo coronavírus subiu de 282 para 478 no Rio Grande do Norte. O Estado continua com 14 casos confirmados.

Dentre os 478 casos suspeitos, 24 são de pessoas que moram fora do RN, mas que foram atendidos no Estado. O restante está espalhado em 64 municípios potiguares. A maior concentração está em Natal, onde há 200 casos notificados até o momento. Em seguida, vêm Mossoró, com 90 casos suspeitos, e Parnamirim, com 29 registros.

Nessa segunda-feira (23), o boletim da Sesap apontava 272 casos suspeitos, além de 10 outros casos suspeitos de pessoas que não residem no RN e que foram atendidas no Estado.

Segundo o boletim epidemiológico divulgado hoje, o RN, até o presente momento, possui 544 notificações para Covid-19, não sendo contabilizadas as notificações dos casos que foram excluídos, que no momento totalizam 212 exclusões.

"O crescimento do número de casos excluídos é um fator preocupante, pois significa afirmar que pessoas que não preenchem os critérios de caso suspeito estão sendo atendidas e seus exames estão sendo coletados, gerando o aumento da concentração de atendimento nos serviços de saúde, ao passo que este insumos devem ser priorizados aos pacientes que de fato preencham aos critérios de definição de caso suspeito", afirma a Sesap.

De acordo com a secretaria, isso ressalta a necessidade de sensibilização da rede assistencial dos municípios para os critérios de definição de caso de modo a tornar mais efetivo o processo operacional de notificação e investigação dos casos.

Os casos que permanecem como casos suspeitos seguem aguardando os resultados dos exames laboratoriais, que para as amostras analisadas no Lacen o prazo é de até 72 horas e para as amostras analisadas no IEC pode levar até 7 dias, a depender do período de transporte das amostras.

Ainda segundo a Sesap, para todos os casos suspeitos foram coletadas as amostras necessárias e foram adotados todos os procedimentos de investigação pelas equipes de vigilância epidemiológica municipais e estadual.

Tags: boletim epidemiológico casos confirmados casos suspeitos coronavírus pandemia Sesap
A+ A-