RN registra duas mortes pela covid-19 e 286 novos casos de infecção

Sesap divulgou no início da tarde de hoje uma nova atualização dos dados no Estado.

Da redação,
Reprodução
Secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, durante coletiva para atualização dos dados epidemiológicos e medidas contra a covid-19

SELO-CORONA-100Duas mortes em decorrência da covid-19 e 286 novos casos de infecção pelo novo coronavírus foram registrados nas últimas 24 horas no Rio Grande do Norte, segundo a atualização de dados epidemiológicos feita pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), no início da tarde desta quarta-feira (16).

De acordo coma Sesap, o total de óbitos no Estado é de 2.330. Outras 282 mortes seguem sob investigação e 496 foram descartados. Em relação aos casos de infecção, o RN já contabiliza 65.933 desde o início da pandemia. Os casos suspeitos somam 30.087 e os casos descartados, 128.251. Pacientes recuperados totalizam 39.208.

Durante entrevista coletiva, na Escola de Governo, o secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, destacou  o tema das eleições municipais, citando exemplos de aglomerações que vêm ocorrendo durante as convenções partidárias, que se encerram hoje. "Estamos vendo exemplos que não são adequados. A pandemia não acabou. Há decretos que dispõem sobre o distanciamento social e os candidatos a vereador e prefeito que pretendem representar a população e conduzir as cidades devem dar o exemplo", afirmou.

O índice de transmissibilidade do novo coronavírus no Estado é de 0,87, considerado bom. Entretanto, regiões Oeste, Alto Oeste e Seridó têm apresentado um  índice acima de um, o que tem gerado preocupação.

No tocante à ocupação de leitos, dos 253 leitos críticos no RN, 107 estão ocupados. "Temos uma margem de segurança, mas não significa que devemos relaxar as medidas", disse o secretário.

Confira abaixo a taxa de ocupação por região:

Seridó- 67%

 Alto Oeste – Pau dos Ferros- 80%

 Região metropolitana de Natal - 34%

Mato Grande - 33%

Mossoró - 42%

Santa Cruz e região de São Paulo do Potengi - 18%

Segurança do paciente

Lembrando as datas simbólicas do mês de setembro, o secretário chamou a atenção para o Dia Mundial da Segurança do Paciente, celebrado no próximo dia 17 de setembro. “Deve ser um tema recorrente em todo o ano para que os profissionais de saúde, pacientes e familiares fiquem atentos, seguindo as regras de biossegurança e as condutas adequadas para o sucesso dos tratamentos”.
 
O Núcleo Estadual de Segurança do Paciente (NESP) realizou esta semana o 1º Webinário norte-rio-grandense pela Segurança do Paciente, enfatizando a relevância da assistência segura para a melhoria da qualidade dos serviços de saúde e sustentabilidade do Sistema Único de Saúde (SUS).

Tags: Cipriano Maia covid-19 dados epidemiológicos novo coronavírus Sesap
A+ A-