RN ganha Programa Estadual de Cirurgias Eletivas “Mais Cirurgias, Mais Saúde”

Objetivo é a expansão dos procedimentos para regiões onde a oferta não existia, visando realizar pelo menos mil procedimentos por mês até o fim do ano.

Da redação, Sesap,
Assecom/Sesap
Procedimentos serão ampliados e inseridos no Hospital da Polícia Militar e Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes.

As cirurgias eletivas que estavam suspensas desde março acontecerão através do Programa Estadual intitulado “Mais Cirurgias, Mais Saúde” a partir desta semana. A proposta do programa, além da retomada imediata, é a expansão dos procedimentos para regiões onde a oferta não existia, visando realizar pelo menos mil procedimentos por mês até o fim do ano. Para isso, a Sesap intensificou as ações nos serviços próprios, estruturando com insumos e equipes para utilizar os espaços que receberam equipamentos pelo Governo Cidadão e de emendas. A primeira etapa do programa está orçada em R$ 6,1 milhões.
 
Estima-se hoje, que na fila para as cirurgias eletivas tenham aproximadamente 18 mil pessoas aguardando algum tipo de procedimento, desde cirurgias gerais como hérnia e vesícula, até cirurgias ginecológicas como a de histerectomias, reversão de ostomias, vasculares e urológicas. Dessa forma, será necessário incremento de recursos estaduais, tendo em vista o papel do estado na execução desses procedimentos, além do financiamento compartilhado.
 
É importante ressaltar que não estão inclusas as cirurgias ortopédicas, que continuaram ocorrendo, mesmo durante a pandemia. Até junho foram realizados 14.316 procedimentos cirúrgicos. As cirurgias mais demandadas são as gerais e ginecológicas de média complexidade, como hérniorrafias, colescistectomias, histerectomias.
 
Os procedimentos serão ampliados e inseridos no Hospital da Polícia Militar e Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes, em Natal, e nos hospitais regionais de Santo Antônio (1ª região de saúde), João Câmara (3ª região), Currais Novos (4ª região), São Paulo do Potengi (5ª região de saúde), Pau dos Ferros (6ª região de saúde), de Assú (na 8ª região), de Caraúbas e de Apodi (2ª região de saúde) e ainda no Hospital São Luís, em Mossoró.
 
A coordenadora da Rede de Urgências e Emergências da Sesap, Renata Silva, informou que o agendamento dos procedimentos foi liberado, e destacou a importância da inserção das informações no site. “Queremos reforçar aos municípios a importância do cadastramento no site do Regula RN, pois precisamos ter todos cadastrados para conseguir dar andamento ao processo, além de monitorar o tempo desde o agendamento até a alta do paciente”, ressaltou.
 
Transparência
 
O programa começou a ser pensado em 2019, a partir dos documentos construídos no grupo de trabalho do Cosems e da articulação junto à regulação e aos serviços de saúde, municípios, profissionais envolvidos na realização das cirurgias, quando iniciou a organização do Programa Estadual de Cirurgias Eletivas, que propõe uma estratégia transparente e unificada para enfrentar a fila de cirurgias eletivas.
 
O programa está amparado através da Portaria nº 2.691 que estabelece a retomada das cirurgias eletivas ofertadas pela rede hospitalar do Estado, seguindo as recomendações para medidas de segurança aos profissionais de saúde e pacientes, objetivando um acolhimento seguro ao usuário que realizará o procedimento.
 
“É importante reforçar que o processo de retomada está sendo realizado com o cuidado e atenção devida ao comportamento da pandemia no RN. Assim, com a redução do número de casos de coronavírus e a necessidade da rede de assistência em saúde em dar continuidade às cirurgias e procedimentos eletivos para a população, retomaremos com toda segurança”, explica o secretário de saúde do Estado, Cipriano Maia.
 
Além da Portaria, foi elaborada a Nota Técnica nº 01/2020-SESAP-COHUR-RUE que trata sobre o agendamento das Cirurgias Eletivas e norteará a adequação das unidades, os cuidados para garantir a cirurgia segura e todo processo monitorado pelo núcleo de cirurgias eletivas do Complexo Estadual de Regulação do RN.
 
O processo prioriza a garantia de acesso transparente e regulado às cirurgias eletivas. Para isso foi elaborado um protocolo para realização e regulação das cirurgias eletivas, além de acompanhamento desde a regulação até a marcação do retorno do paciente após o procedimento. O cadastro de todas as cirurgias eletivas será feito através do www.regularn.com.br.  “Queremos trabalhar com transparência para que os municípios possam estar acompanhando a execução dessa fila”, disse a secretária adjunta da Sesap, Maura Sobreira.

Tags: Mais Cirurgias, Mais Saúde programa estadual RN Sesap
A+ A-