RN contabiliza 323 óbitos por covid-19 e 7.964 pessoas infectadas

No Estado, 582 pessoas encontram-se internadas por causa da doença.

Da redação,
Reprodução
Secretário-adjunto de Saúde do RN, Petrônio Spinelli, durante coletiva para atualização dos dados da covid-19 no Estado.

SELO-CORONA-100O Rio Grande do Norte contabiliza 323 óbitos em decorrência da covid-19 e 7.964 casos confirmados da infecção, segundo os dados divulgados no início da tarde desta segunda-feira (1º) pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), em coletiva de imprensa realizada na Escola de Governo. Há 69 mortes em investigação.

Conforme o boletim epidemiológico, que só será divulgado em sua totalidade, no final do dia, o Estado também registra 16.573 suspeitos de infecção pelo novo coronavírus e 14.127 descartados.

De acordo com o secretário-adjunto de Saúde do RN, Petrônio Spinelli, 582 pessoas encontram-se internadas por causa da doença, das quais 284 estão em leitos críticos (UTIs) e 298 em leitos clínicos. "Essa taxa é dramática", afirmou e acrescentou: "eu faço questão de dizer esse número porque por mais que haja leitos, há uma crescente necessidade de abertura de outros". Ele também destacou que a taxa de isolamento continua baixa: de 42%.

O secretário-adjunto explicou que a situação atual no Estado é delicada, sendo necessário um pacto com a população para que se respeite o isolamento social. "Precisamos voltar a tocar no assunto mais importante que é o pacto interssocial, para evitar as aglomerações e aumentar o isolamento, que é fundamental nesse momento", afirmou Spinelli.

Em relação à taxa de ocupação de leitos destinados a tratar a covid-19 no Rio Grande do Norte, Petrônio Spinelli pontuou que a região oeste está com 95%, a região da Grande Natal com 98%, a região do Seridó com 50% e Pau dos Ferros com 100%. "Passamos a manhã de hoje reunidos com a governadora e a Secretaria de Saúde de Mossoró para abrir 10 novos leitos na região oeste", disse o secretário-adjunto, que também frisou que a abertura de leitos de UTI é uma luta incessante, progressiva e difícil, pois envolve insumos, respiradores, estrutura física e pessoal qualificado.

A fila de regulação conta com 109 pessoas, sendo 9 de prioridade 1, que precisam de leitos de UTI imediatamente, 25 na prioridade 2, precisando de cuidados semi-intensivos, e 75 pessoas nas prioridades 3 e 4, que são os leitos clínicos.

Exames

Até a última sexta-feira (29), o Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen) processou e liberou 8.770 exames de covid-19, o que equivale a 92% das 9.480 amostras recebidas desde o mês de fevereiro. No primeiro quadrimestre de 2019, o laboratório realizou 70 exames de vírus respiratórios. Já no mesmo período deste ano foram mais de 4 mil exames - um aumento de 6.500%.

Tags: boletim epidemiológico casos confirmados covid-19 mortes no RN novo coronavírus pandemia Sesap
A+ A-