Problemas de obesidade têm atingido mais homens do que mulheres aponta pesquisa do IBGE

50,1 % dos homens com mais de 20 anos estão acima do peso, enquanto que as mulheres na mesma faixa etária estão com 48%.

Antonio Gleivérson,

obesidade_mA obesidade está longe de ser somente um problema estético. Uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que 50,1 % dos homens com mais de 20 anos estão acima do peso, enquanto que as mulheres na mesma faixa etária estão com 48%. A doença pode estar associada a diabetes tipo 2, doenças cardíacas, pressão alta, infarto e sobre peso na coluna vertebral.

Para o Neurocirurgião e membro da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN), Maurício Mandel, para que a coluna esteja afetada não é preciso se encaixar na categoria de obeso, pois a cada 10 quilos a mais do que o recomendado, o risco de dor nas costas aumenta. “As pessoas obesas são as que mais enfrentam problemas na coluna, pois a obesidade sobrecarrega o peso sobre a coluna vertebral e pressiona os discos, causando uma hérnia no futuro. Mas o que muita gente não sabe é que não são apenas os obesos que correm esse risco. Aqueles que brigam com a balança também estão expostos a alterações na coluna”, explica.

As dores nas costas, se não tratadas a tempo, podem impedir das pessoas realizarem atividades simples, como também causar problemas muito sérios como a hérnia de disco. Esta é provocada por uma lesão dos discos que compõe a coluna vertebral e que estão localizados nas vertebras que agem como amortecedores e absorvem os choques. A grande maioria das hérnias pode ser removida com cirurgias, mas que em casos de pessoas obesas o procedimento é mais delicado.

O problema do excesso de peso já pode ser considerado um problema de saúde pública, já que no Brasil, estima-se que mais de 65 milhões de pessoas sofram com esse problema e os números não param de crescer. Hoje, estima-se que 10 milhões de pessoas já são considerados obesos. Fora isso, o número de cirurgias de redução de estomago cresceu muito nos últimos anos, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica.

Apesar disso, o Brasil foi considerado, segundo Organização Panamericana da Saúde, o primeiro pais do mundo a apresentar medidas concretas para a regulamentação de propagandas de alimentos.

Tags: Homens Mulheres Obesidade
A+ A-