Plano de Contingência prevê abertura de mais de 140 leitos nos próximos 15 dias

Segundo o secretário Petrônio Spinelli, os novos leitos só serão eficazes se o isolamento aumentar.

Da redação,
Elisa Elsie/Assecom-RN
Quarenmta novos respiradores recebidos esta semana estão incluídos na instalação destes leitos para covid-19.

SELO-CORONA-100O Plano de Contingência do Governo do Estado do Rio Grande do Norte para a abertura progressiva de leitos covid-19 prevê a abertura de mais 145 leitos nos próximos 15 dias. São 83 UTIs, 60 leitos clínicos e 2 leitos de estabilização. Os 40 novos respiradores recebidos esta semana estão incluídos na instalação destes leitos. A administração estadual já abriu 309 leitos covid, sendo 182 críticos, alguns em parceria com gestões municipais, e 127 clínicos.

Com base na demanda do quadro epidemiológico, estão em fase de instalação leitos no Hospital João Machado em Natal (25 UTIs e 10 clínicos), Hospital São Luiz em Mossoró (10 UTIs), Assú (3 leitos clínicos e 2 de estabilização), Hospital Regional do Seridó em Caicó (8 UTIs), Hospital Regional de Pau dos Ferros (2 UTIs e 16 leitos clínicos), Santo Antônio (5 UTIs e 6 leitos de retaguarda), João Câmara (10 UTIs e 10 leitos clínicos), Macaíba (10 UTIs e 5 leitos clínicos), São Paulo Potengi (6 UTIs e 10 leitos clínicos) e, em parceria com os municípios, Santa Cruz (mais um leito com respirador, já tem 4) e São Gonçalo do Amarante (6 UTIs).

O secretário adjunto de Saúde, Petrônio Spinelli, ressaltou, entretanto, que os novos leitos só serão eficazes se o isolamento aumentar. "Há uma relação direta entre o baixo isolamento e o aumento da contaminação, das internações e de óbitos", enfatizou na entrevista coletiva de apresentação dos dados epidemiológicos e ações do Governo no enfrentamento à covid neste sábado (6).

A taxa de isolamento social vem há mais de duas semanas com índice médio em torno de 40% e nesta sexta-feira foi de 39,35%, quando o mínimo necessário recomendado pela Organização Mundial da Saúde é de 60%.

O Governo tem intensificado parcerias com as prefeituras para aumentar o isolamento social, conclamando união para o Pacto pela Vida, e viabilizar estratégias para abertura de novos leitos. “Nas cidades em que firmaram o Pacto com o Estado, o que já se percebe é um maior cumprimento do isolamento”, frisou Spinelli.

Dados

Cerca de 655 pessoas estão internadas com suspeita ou confirmação da doença, sendo 338 em leitos críticos – setor público e privado. "Hoje estamos muito próximo do colapso, que se dá com a ausência de leitos com respiradores e UTIs para atender a demanda", registrou Spinelli. A fila de regulação, apresentava na manhã deste sábado, quatro pacientes com prioridade 1, 46 prioridade 2 e 76 pacientes com prioridade 3. Estes números mostram que há 46 pessoas aguardando internação em UTIs e semi-utis e 76 em enfermarias exclusivas para tratamento da Covid-19.

A taxa de ocupação de leitos críticos em Mossoró e Pau dos Ferros é de 100%, Natal e Grande Natal 99% e 59,1% no Seridó.

Os casos suspeitos são 18.841, confirmados 9.449, descartados 16.733, óbitos confirmados 410 (oito nas últimas 24 horas) e 63 óbitos em investigação.

Tags: Saúde
A+ A-