Número de doadoras de leite materno caiu 50% na maternidade Januário Cicco

De acordo com a coordenadora estadual de aleitamento materno, Evanuzia Dantas, o baixo estoque tem sido observado no período de férias e veraneio quando as pessoas viajam.

Gerlane Lima,
Elpídio Júnior/Nominuto.com
O baixo estoque de leite materno tem sido observado no período de férias e veraneio quando as pessoas viajam.

O número de doadoras de leite materno caiu 50% na maternidade Januário Cicco, enquanto o número de crianças que precisam do leite aumentou 20%. De acordo com a coordenadora estadual de aleitamento materno, Evanuzia Dantas, o baixo estoque tem sido observado no período de férias e veraneio quando as pessoas viajam.

O que muitas doadoras não sabem é que o governo também realiza atendimento individual e visita domiciliar às mães doadoras, por meio de uma parceria com o Corpo de Bombeiros, que realizam a rota do 'Bombeiro Amigo do Peito'. Os bombeiros vão até à residência da doadora para orientar sobre o procedimento.

evanuzia_dantas_mEvanuzia Dantas explica que depois de doado, o leite passa por um processo para que seja oferecido com qualidade e que do volume doado, 85% a 90% das doações são aproveitadas. “Temos uma média de 40 bebês nascidos diariamente, para atender a essa demanda são necessário de 4 a 5 litros de leite e tem dias que temos apenas 2 litros disponíveis”.

A baixa demanda prejudica as crianças, pois nesses casos são priorizadas àquelas com menor peso e as demais se alimentam de leite artificial, o que não é indicado.

Ministério da Saúde recomenda o aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de idade, até aí o leite materno supri todas as necessidade fisiológicas do bebê. O aleitamento deve ser continuado até os 2 anos ou mais sendo complementado com outros tipos de alimentos.

O Rio Grande do Norte conta com seis Bancos de Leite Humano distribuídos entre os municípios de Natal (03), Mossoró (01), Parnamirim (01) e Caicó (01). A finalidade é oferecer leite humano com qualidade aos recém-nascidos.

A coordenadora estadual de aleitamento materno, Evanusia Dantas, faz um apelo às mães que possuem leite em excesso para que façam a doação e destaca que o leite não contribui apenas para a alimentação, mas também para o vínculo entre mãe e filho.

Contatos dos Bancos de Leite do Rio Grande do Norte:

Natal
Maternidade Escola Januário Cicco – 0800-721-0078
Hospital Santa Catarina – (84) 3232-7728
Hospital da Polícia – (84) 3232-3669

Parnamirim
Maternidade do Divino Amor – (84) 3272-4367

Mossoró
Banco de Leite de Mossoró – (84) 3315-3478

Caicó
Banco de Leite de Caicó – (84) 3421-2018 /2354

A+ A-