Natal recebe 12.235 doses da vacina contra covid-19 e inicia vacinação

Quatro pontos foram organizados no sistema drive-thru, localizados no Ginásio Nélio Dias, Shopping Via Direta, Arena das Dunas e Palácio dos Esportes.

Da redação, Prefeitura do Natal,
Ascom/Prefeitura do Natal
Vacinas foram recepcionadas pelo prefeito de Natal, Álvaro Dias, que acompanhou a chegada do material à Cemadi.

A capital potiguar recebeu nesta terça-feira (19) as 12.235 doses da vacina contra o coronavírus para utilização na primeira fase de distribuição. Os imunobiológicos foram recepcionados pelo prefeito de Natal, Álvaro Dias, que acompanhou a chegada do material à Central Municipal de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Cemadi), espaço destinado para estoque e distribuição de todos os imunizantes oferecidos pelo sistema único de saúde. 

Em virtude do quantitativo de doses destinadas ao município, a campanha de vacinação em massa teve inicio nesta quarta-feira (20) exclusivamente nos quatro pontos de vacinação organizados no sistema drive-thru, localizados no Ginásio Nélio Dias, Shopping Via Direta, Arena das Dunas e Palácio dos Esportes.

As primeiras doses da vacina atenderão apenas aos profissionais da saúde que estão na linha de frente do combate à doença, bem como aos idosos atendidos em instituições de longa permanência (como abrigos). A aplicação acontecerá das 8h às 16h. 

“Esse é um momento de muita emoção e que sinaliza uma esperança enorme para todos nós. A chegada das vacinas é um marco e Natal está preparada e pronta para iniciar essa campanha de vacinação em massa. Neste primeiro momento, em razão do número de doses recebidas, adotamos a estratégia de priorizar os profissionais que estão na linha de frente no combate à covid-19. Além deles, os idosos institucionalizados serão imunizados, já que são do grupo de alto risco. Pedimos paciência e solidariedade às demais camadas da população que não poderão se vacinar nesta fase, mas garantindo e reforçando que a medida em que forem chegando mais vacinas iremos ampliar esse trabalho”, destacou Álvaro Dias.

vacina-Coronavac-H

As vacinas para os idosos residentes em abrigos de longa permanência serão enviadas até estes locais. Já o processo de vacinação para os profissionais de saúde que atuam na linha de frente seguirá alguns critérios. Só receberá a vacina o profissional da rede pública ou privada que comprovar o vínculo funcional e atestar o serviço através de apresentação de escala de trabalho assinada pelo diretor de sua unidade. 

Algumas precauções para os indivíduos que poderão se vacinar devem ser levadas em conta: Em geral, como com todas as vacinas, diante de doenças agudas febris moderadas ou graves, recomenda-se o adiamento da vacinação até a resolução do quadro com o intuito de não se atribuir à vacina as manifestações da doença; Não há evidências, até o momento, de qualquer preocupação de segurança na vacinação de indivíduos com história anterior de infecção ou com anticorpo detectável pelo SARS-COV-2. 

É improvável que a vacinação de indivíduos infectados (em período de incubação) ou assintomáticos tenha um efeito prejudicial sobre a doença. Entretanto, recomenda-se o adiamento da vacinação nas pessoas com quadro sugestivo de infecção em atividade para se evitar confusão com outros diagnósticos diferenciais. Como a piora clínica pode ocorrer até duas semanas após a infecção, idealmente a vacinação deve ser adiada até a recuperação clínica total e pelo menos quatro semanas após o início dos sintomas ou quatro semanas a partir da primeira amostra de PCR positiva em pessoas assintomáticas.

Tags: campanha de vacinação covid-19 novo coronavírus Prefeitura do Natal profissionais de saúde
A+ A-