Natal inicia vacina de deficientes permanentes sem comorbidades a partir de 30 anos

SMS está disponibilizando para este público seis drives e 35 salas de vacinação nas UBS.

Da redação, Prefeitura do Natal,
Joana Lima/Secom/Prefeitura do Natal
SMS também vai disponibilizar entre 8h às 12h, equipes de vacinação para o Centro de Saúde Auditiva e para a ASNAT.

SELO-CORONA-100A vacinação dos deficientes permanentes sem comorbidade e sem BPC, na faixa etária a partir de 30 anos, tem início nesta quarta-feira (2) em Natal.

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal está disponibilizando para esse público seis drives (Palácio dos Esportes, OAB, Nélio Dias, Sesi e Via Direta), 35 salas de vacinação nas Unidades Básicas de Saúde. 

Além desses locais, também vai disponibilizar nesta quarta-feira, entre 8h às 12h, equipes de vacinação para o Suvag - Centro de Saúde Auditiva, localizado na Av. Lima e Silva, 966 - Nossa Senhora de Nazaré e para a ASNAT – Associação de Surdos de Natal, localizado no Largo Junqueira Aires, 536 - Cidade Alta.

Para receber o imunizante é necessário apresentar a seguinte documentação: laudo médico ou documentos oficiais de identidade com indicação de deficiência ou qualquer outro documento que indique tal condição, cartão de vacinação e comprovante de residência de Natal.

Caso a pessoa portadora de Deficiência Permanente e com dificuldade de locomoção não possa se deslocar a um ponto de vacinação, algum familiar, representante ou apoiador deve comparecer à unidade básica de saúde mais próxima à sua residência, levando documentação além de algum documento que justifique a aplicação da vacina em domicílio, fornecendo os contatos para agendamento.

A vacinação desse público vai continuar posteriormente de forma escalonada em faixa etária (18-29 anos), de acordo com o quantitativo de vacinas disponibilizadas.

Mais informações sobre os grupos em vacinação, documentação e dúvidas frequentes podem ser encontradas em https://vacina.natal.rn.gov.br/.

Tags: covid-19 deficientes permanentes Prefeitura do Natal sem comorbidades vacinação
A+ A-