Natal diminui prazo de D3 para idosos e amplia D2 da Oxford

Estão aptos a receber a terceira dose: população em geral com 60 anos e mais; e profissionais e trabalhadores da saúde a partir de 18 anos.

Da redação, Prefeitura de Natal,
Alex Régis/ Secom
Qualquer pessoa com 60 anos e mais, estando há cinco meses com o esquema vacinal completo poderá receber a terceira dose de reforço.

A Prefeitura de Natal diminuiu, no último sábado (13), o intervalo para a aplicação da D3 das vacinas contra a Covid-19 para os idosos. Qualquer pessoa com 60 anos e mais, estando há cinco meses com o esquema vacinal completo (a contar da aplicação da D2), poderá receber a terceira dose de reforço contra o coronavírus em qualquer ponto vacinal da capital.

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS/Natal) também ampliou o prazo de aplicação da segunda dose de Oxford. Os usuários receberam a D1 até 20 de setembro, estarão aptos a tomar a segunda dose desse tipo de imunizante em qualquer ponto de aplicação.

A população também pode encontrar a primeira, segunda ou terceira dose dos imunizantes disponíveis em qualquer ponto de aplicação. Para ver mais informações sobre os locais, documentação e dúvidas frequentes, basta acessar vacina.natal.rn.gov.br .

VACINAÇÃO EM NATAL

PRIMEIRA DOSE

Pessoas com 12 anos e mais.

SEGUNDA DOSE

CORONAVAC

Podem se vacinar as pessoas que completaram os 28 dias da primeira dose do imunizante Coronavac.

OXFORD

Podem receber a aplicação da D2 da Oxford quem se vacinou até o dia 20 de setembro.

Grávidas que tomaram a D1 de Oxford.

As gestantes que tomaram a primeira dose com o imunizante Oxford e que, por recomendação do Ministério da Saúde, não tomaram a segunda dose poderão completar seu esquema vacinal com o imunizante da Pfizer.

PFIZER

A segunda dose da Pfizer está disponível para quem tomou a primeira dose até 20 de setembro.

TERCEIRA DOSE

Estão aptos a receber a terceira dose: população em geral com 60 anos e mais; e profissionais e trabalhadores da saúde a partir de 18 anos. É necessário ter completado o esquema vacinal, com duas doses ou dose única, de qualquer imunizante (Coronavac, Oxford ou Pfizer) há cinco meses ou 150 dias para os idosos e seis meses ou 180 dias para os profissionais e trabalhadores da saúde; este último grupo ainda deve apresentar documentação comprobatória de vínculo.

Os Imunossuprimidos também podem receber a terceira dose, desde que tenham completado o esquema vacinal há 28 dias, apresentando laudo médico dentro das categorias: Imunodeficiência primária grave; Quimioterapia para câncer; Transplantadas de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras; pessoas vivendo com HIV/Aids; uso de corticóides em doses > 20mg/dia de prednisona, ou equivalente, por > 14 dias; uso de drogas modificadoras da resposta imune ou pacientes com hemodiálise e pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias).

Tags: covid Natal pandemia
A+ A-