Natal contará no segundo semestre com mais duas UPAs e três unidades básicas de saúde

Durante assinatura da ordem de serviço para essas obras, o prefeito Carlos Eduardo garantiu que no segundo semestre o município irá realizar concurso público para ampliar a rede.

Gerlane Lima,

“Para nós, é um janeiro diferente. Quando assumimos há um ano, encontramos 56 unidades de saúde fechadas e três maternidades”, disse o prefeito Carlos Eduardo, ao assinar no final da manhã desta sexta-feira (17), no salão nobre do Palácio Felipe Camarão, a ordem de serviço para a construção de duas novas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), três novas unidades de saúde e reforma de três unidades básicas.

De acordo com o gestor, as ações da Prefeitura se fazem com idealismo e compromisso com a cidade e a população. Ele garantiu que no segundo semestre o município irá realizar concurso público para ampliar a rede. “Para nós, é o dever de casa sendo cumprido. A saúde é prioridade da gestão. Os recursos para as obras estão garantidos. Natal hoje já é outra cidade”, observou.

UPA-H3

As obras totalizam um investimento de R$ R$ 6.134.188,00, entre recursos federais e do próprio município de Natal, e deverão ser finalizadas dentro de seis meses. As UPAs serão construídas no bairro Pitimbu, na zona Sul, e no Potengi, na zona Norte, ao custo de R$ 2.115.000,00 cada. O bairro Planalto, na zona Sul, terá a construção de duas novas unidades básicas de saúde, num investimento de R$ 1.196.000,00. Outra unidade a ser construída é a de Bela Vista, em Igapó, zona Norte, para substituir a existente, que foi interditada no ano passado por apresentar risco à população.

Conforme o secretário municipal de Saúde, Cipriano Maia, com a construção das UPAs e das novas unidades de saúde, a Prefeitura quer expandir a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) e o acesso da população. Ele informou que o município conta com 119 equipes do Programa de Saúde da Família (PSF), além de ter incorporado novos profissionais à rede. Cipriano Maia anunciou, ainda, a construção de mais cinco unidades de saúde, sendo uma na comunidade Guarita, na zona Leste, e quatro na zona Norte: “Hoje nós temos sérios problemas estruturais e financeiros. Mas vamos reverter o quadro. O prefeito Carlos Eduardo tem dado prioridade à área da saúde. Queremos um SUS mais qualificado na cidade”.

UPA-H-2

Três outras unidades de saúde ainda passarão por reformas: a Clínica Odontológica Infantil I e a Unidade de Saúde da Família de Pompeia, na zona Norte, e a Clínica Popular Novo Horizonte, na zona Oeste. O investimento na reforma será de R$ 194.188,00. As obras de construção serão realizadas pela HW Engenharia Ltda e as de reforma pela RVV Construções e Empreendimentos Ltda, selecionadas em processo de licitação.

Obras

Construção da Unidade de Pronto Atendimento de Saúde (UPA) da Zona Norte, na Rua Senhor do Bonfim, s/n, no Bairro de Potengi, R$ 2.115.000,00.

Construção da Unidade de Pronto Atendimento de Saúde (UPA) da Zona Sul, situada na Rua Serra da Jurema, s/n, no Bairro de Pitimbu, R$ 2.115.000,00.

Construção da Unidade de Saúde de Bela Vista, na Rua Bela Vista, 1254, no bairro Igapó, R$ 514.000,00

Construção da Unidade de Saúde de Planalto, na Rua Desportista Arthur Veiga, R$490.000,00

Construção da Unidade de Saúde do Planalto, na Rua Santa Beatriz, R$ 706.000,00.

Reforma e adequações na estrutura física, instalações elétricas e hidráulicas na Clínica Odontológica Infantil I, R$ 39.867,18.

Reforma e adequações na estrutura física, instalações elétricas e hidráulicas na Clínica Popular Novo Horizonte, R$ 62.171,04.

Reforma e adequações na estrutura física, da Unidade de Saúde da Família de Pompéia, R$: 92.150,44.


A+ A-