Ministério da Saúde descarta intervenção federal na Saúde do RN

Diretora do DAE, Alzira Jorge, reafirma apoio ao decreto de calamidade da saúde e garantiu a entrada do Walfredo Gurgel, a partir de outubro, no SOS Emergência.

Gerlane Lima,
A Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP) recebe nesta quarta feira (26), a visita da Diretora do Departamento de Atenção Especializada (DAE) do Ministério da Saúde, Alzira de Oliveira Jorge. A Diretora esteve durante toda a manhã reunida com a Governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, o Secretário de Estado da Saúde Pública, Isaú Gerino Vlilela, a Secretária Adjunta, Kátia Mulatinho, o Coordenador Estadual das Urgências e Emergências, Luiz Roberto e a Coordenadora de Planejamento, Teresinha Rêgo, além do Técnico do MS, Luiz Branquinho.

A Diretora veio reafirmar o apoio ao Plano de Enfrentamento aos serviços de urgência e emergência no estado e garantir ao Rio Grande do Norte, a entrada do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, a partir do dia 09 de outubro, no SOS Emergência, quando contará com a presença da Coordenação do programa e de um apoiador do Ministério da Saúde naquela unidade hospitalar.

"O Ministério da Saúde está acompanhando todo o Plano e nós estamos aqui para garantir o RN no SOS Emergência , apoiando as ações e discutindo as dificuldades e soluções", disse Alzira Jorge.

Alzira Jorge esclareceu que "em princípio não existe para o Ministério da Saúde a alternativa de intervenção federal" e que a Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde continuará realizando os repasses pactuados com Estado e orientando a gestão nas ações de enfrentamento, durante todo o Decreto de Calamidade.

Para a Governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, a presença do Ministério da Saúde tem sido importante no enfrentamento dos problemas. " A representante do Ministério da Saúde vem como entidade federal nos ajudar nas soluções dos problemas. Esse é o momento de darmos as mãos para àqueles que precisam de assistência", falou Rosalba Ciarlini.
A+ A-