Mais de 1,3 mil pessoas aguardam por cirurgia ortopédica no Rio Grande do Norte

Estado não informou demanda para outros procedimentos realizados pelo SUS.

Flávio Oliveira, CFM,
FD/Saúde
Dos 1.315 pacientes que estão na fila por uma cirurgia ortopédica no RN, 952 são homens e 363 mulheres.

Conviver com a espera por atendimento médico é um drama para milhares de pacientes que dependem do Sistema Único de Saúde (SUS). Neste ano, a fila para cirurgias eletivas chegou a aproximadamente 904 mil procedimentos em todo o Brasil.

De acordo com um levantamento do Conselho Federal de Medicina (CFM), no Rio Grande Norte 1,315 mil pessoas aguardam por algum tipo de cirurgia ortopédica. Os cinco municípios com maior número de pacientes na fila de espera são Mossoró (215), Natal (149), Parnamirim (57), Assu (41) e Ceará-Mirim (36).

O estudo do CFM teve como base as informações repassadas por Secretarias de Saúde de 16 estados e 10 capitais, onde, respectivamente, constam pedidos de 801 mil e 103 mil procedimentos cirúrgicos de catarata, hérnia, vesícula, varizes, entre outros. No caso do RN, foi apresentada apenas a fila ortopédica.

FiladeesperaSUSRN

Os dados revelam ainda que a maioria dos pacientes que esperam por uma cirurgia ortopédica no estado deram entrada neste ano (734), enquanto 575 aguardam desde o ano de 2016. Outros 5 pedidos estão com indícios de inconsistência temporal (2000 à 2015) e apenas uma solicitação não teve o ano identificado.

A pesquisa revela ainda que do total de pacientes na fila ortopédica no Rio Grande do Norte, 952 são homens e 363 são mulheres.

Segundo o CFM, os pedidos de informações sobre as filas foram apresentados em junho deste ano a todos os 26 estados e Distrito Federal, além das capitais, por meio do Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão (e-SIC) dos governos estaduais e municipais, com base na Lei de Acesso à Informação.

Tags: CFM Rio Grande do Norte Saúde SUS
A+ A-