Hospital Walfredo Gurgel confirma fechamento de leitos por falta de pessoal

Direção espera suprir déficit de profissionais com contratações temporárias e concurso público.

Flávio Oliveira,

A direção do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel enviou nota confirmando o fechamento de 15 leitos na enfermaria do quinto andar e de outros seis na UTI cardiológica. O motivo, segundo o hospital, foi a “crescente falta de Recursos Humanos”.

Para suprir o déficit de pessoal e recompor todos os serviços da maior unidade hospitalar do Estado, a direção aguarda a contratação de funcionários temporários e ainda a realização de um concurso público, que será realizado pela Secretaria de Saúde Pública (Sesap).

Outro motivo para o fechamento de leitos no quinto andar, foi a realocação provisória de medicamentos para evitar que os suprimentos sofressem deterioração, pois o local onde normalmente eles são acondicionados sofreu uma infiltração.

Confira a nota na íntegra:

O Corpo Diretivo do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG) esclarece que, até o presente momento, o quinto andar de enfermarias (15 leitos), e a UTI cardiológica (6 leitos), permanecem fechados.
 
No quinto andar, o motivo foi a crescente falta de Recursos Humanos (RH) na maior unidade de saúde pública do RN, uma vez que há meses o hospital vem mostrando dificuldades em cobrir todos os setores assistenciais, devido ao déficit, principalmente, de enfermeiros e técnicos de enfermagem. Paralelamente, uma infiltração ocorrida no setor de farmácia, inviabilizou o acondicionamento correto de diversos medicamentos. A opção emergencial mais rápida para não comprometer o uso dos itens, foi a ocupação do quinto andar de forma provisória com os suprimentos da farmácia.
 
Devido a uma demanda reprimida no Hospital Maria Alice – cujo perfil é o atendimento infantil – o Walfredo Gurgel abriu mais quatro leitos de UTI pediátricos. Para isso, foi necessária uma readequação de espaço físico. A UTI Cardiológica deu lugar a atual UTI Pediátrica e vice-versa. Infelizmente, pouco mais de um mês depois, a mesma falta de RH também levou a gestão a fechar a UTI Cardiológica (que a época contava com seis leitos).
 
Contudo, com a iminência da abertura de contratos temporários e da realização do concurso público pela Secretaria Estadual da Saúde Pública (Sesap) esperamos poder reativar ambos os serviços em sua totalidade, de acordo com a necessidade desta unidade hospitalar e do direto a população do RN em poder contar com uma boa assistência e com um Sistema Único de Saúde (SUS) de excelente qualidade.

Tags: Hospital Walfredo Gurgel Saúde
A+ A-