George Antunes permanece à frente da SMS

Rumores de que o secretário de Saúde de Natal deixaria a pasta circularam na tarde desta segunda-feira.

Da redação,
Reprodução/TV
Em entrevista a um telejornal local, na manhã de hoje, George Antunes criticou as medidas de flexibilização de isolamento social.

SELO-CORONA-100Após rumores que circularam na tarde desta segunda-feira (1º) de uma possível saída do secretário municipal de Saúde de Natal, George Antunes, do cargo, ele afirmou, por intermédio de sua assessoria, que irá permanecer à frente da pasta.

Na manhã de hoje, em uma entrevista concedida à InterTV Cabugi, George Antunes fez duras críticas à flexibilização das medidas de isolamento social em Natal e municípios do Rio Grande do Norte e alertou sobre o aumento de casos de covid-19.

“Esqueçam decreto de governadora e de prefeitos. Esqueçam pelo amor de Jesus Cristo e fiquem em casa. Isso é o maior absurdo que a gente pode ver nos dias de hoje, se falar em flexibilização. O povo deve ficar em casa. Os poderes, os governantes, têm que ter a coragem de dizer o que são serviços essenciais nas suas cidades, o que é serviço essencial dentro desse estado, e não abrir comércio da forma como está sendo aberto, chamar o povo para a rua, distribuir máscara para causar sensação de falsa segurança”, disse George Antunes, na entrevista.

O secretário também alertou que a estimativa é que o pico da pandemia do novo coronavírus ocorra no Estado próximo ao dia 15 de junho e se mantenha por pelo menos outros 15 dias. : “Eu digo a vocês com toda convicção: se não se tomar uma medidas agora, nós vamos ter um caos instalado nessa cidade. Eu digo a vocês que é uma tragédia anunciada”, afirmou.

As declarações do secretário desagradaram o prefeito de Natal, Álvaro Dias e os dois tiveram uma conversa na Prefeitura ainda pela manhã. George Antunes chegou a deixar a Prefeitura a pé, optando por não usar o carro da secretaria. Entretanto, na tarde de hoje, ele cumpriu normalmente sua agenda, em uma reunião com o Ministério Público.

Tags: George Antunes SMS
A+ A-