Após suspensão nos atendimentos, Walfredo Gurgel volta a funcionar normalmente

Médicos retomaram serviços após categoria entrar em acordo com o Governo do Estado.

Rafael Araújo,
rn.gov.br
O Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel teve uma breve suspensão nos atendimentos de urgência e emergência nesta quarta-feira (17) devido à falta de pagamento do Estado a Cooperativa Médica do Rio Grande do Norte (Coopmed). De acordo com o Dr Julimar Nogueira, diretor da cooperativa, a categoria cobra cerca de R$ 3,2 mi referentes aos plantões dos meses de maio e junho.

Com a suspensão dos atendimentos, o governo estadual solicitou uma reunião ontem com a cooperativa. No encontro, o governador Robinson Faria (PSD) garantiu a categoria que iria realizar o pagamento amanhã (19).

Após o entendimento com o governo, os médicos decidiram voltar a realizar os atendimentos ainda ontem à noite. Com isso, os serviços de urgência e emergência do hospital já estão funcionando dentro da normalidade.

No entanto, a reunião de ontem entre a categoria e o Governo do Estado não foi suficiente para resolver outro problema, que é as cirurgias eletivas (aquelas que são programadas). Segundo o Dr Julimar Nogueira, esses serviços já estão sendo prejudicados há algum tempo no Walfredo Gurgel, isso porque o Estado tem uma dívida de cerca de R$ 5 milhões com os médicos que realizam as cirurgias na unidade.

Procurada pela reportagem do Nominuto.com para falar sobre o caso das cirurgias eletivas, a assessoria de imprensa do hospital relatou que esses casos não são de responsabilidade do hospital.

Tags: Hospital Saúde Walfredo Gurgel
A+ A-