Secretário diz que emendas estão pagas, empenhadas ou na fila de pagamento

Aldemir Freire, responsável pela pasta de planejamento do estado, concedeu entrevista ao programa Diário 97, da rádio 97FM.

Da redação,
Nominuto
Aldemir explicou que existe uma legislação específica para esse tipo de pagamento que determina o pagamento no decorrer do ano.

O secretário de planejamento do Rio Grande do Norte, Aldemir Freire, afirmou que o Estado está pagando as emendas impositivas que são cobradas pelos deputados da oposição. A afirmativa foi feita durante entrevista ao programa Diário 97, da rádio 97 FM, na manhã de hoje (12).

Ainda segundo o secretário, o valor das emendas cresceu consideravelmente desde o primeiro ano do governo Fátima, que pagou R$ 30 milhões em emendas impositivas em 2019. Hoje, de acordo com ele, o valor ultrapassa os R$ 70 milhões divididos entre os 24 deputados da Assembleia Legislativa.

O secretário explica que existe uma legislação específica para esse tipo de pagamento que determina o pagamento de uma parcela do valor total de emendas no decorrer do ano a que elas são referentes.

“A legislação estabelece que um percentual deve ser pago dentro do ano, e assim você tem o ano inteiro pra pagar. E a outra parte é deixado, pelo menos, empenhado”, disse.

Aldemir informou ainda que no geral as emendas cobradas pelos deputados estão pagas, empenhadas ou na fila de pagamento.


Confira o vídeo:

Tags: Entrevista Rio Grande do Norte
A+ A-