Wilma de Faria inaugura ponte Forte-Redinha: “Nós vencemos”

Em discurso pontuado pela emoção, governadora faz questão de agradecer a aliados e de alfinetar a oposição.

Marcos Alexandre,
Fábio Rabelo
Emocionada, Wilma não deixou de louvar a realização de sua administração.
Após mais de três anos de construção, a ponte Forte-Redinha (oficialmente denominada de ponte de Todos Newton Navarro), enfim, foi inaugurada na noite desta terça-feira pela governadora Wilma de Faria (PSB).

Nitidamente emocionada por entregar aquela que é considerada a principal obra de seus dois mandatos, Wilma não deixou de louvar a realização de sua administração. Nem de agradecer aos vários aliados que foram prestigiados e, tampouco, de dirigir palavras de provocação à oposição.

Na parte dos agradecimentos, citou os dois secretários estaduais de Infra-Estrutura que conduziram a obra, do projeto à sua conclusão — Gustavo Carvalho (hoje deputado estadual) e Adalberto Pessoa (atual titular da pasta).

Também fez menção aos deputados estaduais, ao vice-governador Iberê Ferreira de Souza (PSB), ao prefeito Carlos Eduardo e ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a quem definiu como “o nome que mais nos ajudou”.

Sobre Carlos Eduardo, ela salientou que “esteve sempre presente nas ações que desenvolvemos” na construção. Retribuiu, assim, as palavras emitidas pelo prefeito em seu discurso, durante o qual ele ressaltou a parceria das administrações estadual e municipal.

O gesto de ambos ajudou a dissipar o clima de mal-estar gerado nos últimos dias por conta da propaganda institucional da Prefeitura de Natal, veiculada sempre próxima à do governo e também reivindicando sua participação na obra.

Mesmo assim, a governadora não deixou de cobrar do prefeito a realização de obras complementares à da ponte, com intervenções no trânsito da Zona Norte da cidade.

Wilma também reservou espaço em sua fala para o grande homenageado com a obra: “Newton Navarro é a pessoa mais importante desta noite”.

Somente em um instante a governadora deixou de lado a diplomacia e partiu para o ataque. Foi quando se referiu aos críticos da obra.

Um recado com endereço certo para a oposição. “Uns poucos fizeram muito barulho, não sei se por inveja ou só por ser do contra”, alfinetou.

E, dirigindo-se às pessoas que acompanhavam a solenidade, arrematou: “O importante é que nós vencemos, vocês venceram”.

Em seu discurso, a governadora declarou que vê na ponte Forte-Redinha mais que uma obra de engenharia. “A ponte representa a busca por justiça social e pela melhoria da qualidade de vida do povo”. Em seguida, disse que não é a “dona” da ponte. “A obra não é minha é de todos vocês”.

Wilma de Faria encerrou sua fala na entrega oficial da ponte Forte-Redinha citando o poeta Vinícius de Moraes: “Cumprir o dever é dormir em paz”.
A+ A-