Tribunal de Contas da União reprova contas de 168 gestores do RN

Lista com os nomes dos potiguares foi entregue ao presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso.

Da redação,
TCU
Casos julgados pelo Tribunal de Contas da União são especificamente os que envolvem aplicação de verbas federais.

O Tribunal de Contas da União (TCU) reprovou as contas de 168 gestores públicos do Rio Grande do Norte. Eles poderão ser declarados inelegíveis pelo Tribunal Regional Eleitoral no Estado. A lista com os nomes dos potiguares, entre eles  ex-prefeitos de várias cidades do Estado, ex-vereadores e diretores de associações que receberam recursos federais, foi entregue ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em todo o País, 7.354 gestores tiveram suas contas julgadas irregulares pela Corte de Contas nos últimos oito anos. A lista completa pode ser acessa no site do TCU.

Os casos julgados pelo TCU são especificamente os que envolvem aplicação de verbas federais. No RN, foram 247 processos. Somente na capital potiguar, há 70 pessoas com contas julgadas irregulares.

Segundo o TCU, a região Nordeste aparece com 2.924 nomes na lista, seguida pela região Sudeste, com 1.685 gestores. As regiões Norte e Centro-Oeste trazem, respectivamente, 1.317 e 826 nomes. Já no Sul aparecem 582 pessoas. Como a lista é dinâmica, esses números podem sofrer alterações diariamente. O TCU fará a atualização diária desses dados até o último dia do ano. Cabe à Justiça Eleitoral, dentro dos critérios legais, declarar ou não a inelegibilidade desses gestores.

A inclusão do nome do gestor na lista não o torna inelegível automaticamente. Cabe à Justiça Eleitoral declarar a inelegibilidade de um candidato.

Tags: contas reprovadas gestores lista TCU TSE
A+ A-