Rosalba não decidiu se acata apoio de tropa federal nas eleições

45 dos 69 juízes eleitorais solicitaram o apoio de tropas federais para garantir a segurança do pleito nas suas respectivas Zonas, em outubro próximo.

Tiago Medeiros,
Elpídio Júnior/Nominuto.com
Governadora ainda não se pronunciou sobre o assunto.
A governadora Rosalba Ciarlini ainda não decidiu se acatará a presença de tropas federais no RN para garantir a segurança das Eleições deste ano. Rosalba deveria ter respondido a consulta feita pelo Tribunal Regional Eleitoral até a sexta-feira (3), mas ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Segundo dados fornecidos pelo TRE à equipe de reportagem do Portal Nominuto.com, 45 dos 69 juízes eleitorais solicitaram o apoio de tropas federais para garantir a segurança da votação e apuração nas suas respectivas Zonas, em outubro próximo, sob o argumento de pouco efetivo policial lotado nas cidades e o histórico do acirramento de ânimos entre candidatos e partidários no dia da votação.

Pedido considerado desnecessário pelo comandante geral da Polícia Militar, coronel Francisco Canindé de Araújo. “Os magistrados pedem o reforço baseado no efetivo normal, mas para as eleições todos os policiais, de folga ou não, serão convocados extraordinariamente para atender a demanda”.

Caso a governadora acate a presença de militares das Forças Armadas, praxe no RN, os pedidos dos juízes serão formalizados pelo TRE ao Tribunal Superior Eleitoral, para encaminhamento à Presidência da República.
A+ A-