"Oposição tem opções para Natal", garante Felipe Maia

Para o parlamentar do DEM, quadro eleitoral na capital ainda está indefinido.

Marcos Alexandre,
Gabriela Duarte
Felipe Maia: "DEM vai lançar candidatos onde for possível"
O deputado federal Felipe Maia (DEM) discorda dos que consideram que o sistema oposicionista está enfraquecido no quadro político de Natal, sobretudo em relação a perspectivas para a eleição à Prefeitura, em 2008. Durante visita à redação do Nominuto, na manhã desta segunda, o parlamentar reiterou a disposição do seu partido de ter uma atuação destacada no pleito, seja com candidato próprio ou apoiando um candidato aliado.

Opções, segundo ele, não faltam à oposição. Sobre o DEM, especificamente, é evasivo nesse ponto. Revelou ter se reunido na semana passada com o senador José Agripino e o ex-vereador Marcílio Carrilho, presidentes estadual e municipal da sigla, respectivamente, para tratar do assunto, mas destacou que não houve avanço na discussão.

Segundo ele, o quadro em Natal ainda está muito indefinido, inclusive para o sistema governista, liderado pela governadora Wilma de Faria (PSB), que também não apontou o(a) candidato(a) com que entrará na disputa. "O que posso dizer é que a disposição do DEM é lançar candidatos próprios onde for possível, tanto em Natal como em outros municípios", afirma o deputado.

Mesmo sendo ele próprio um dos cotados para representar o DEM na sucessão natalense, Felipe Maia prefere não se aprofundar na análise desta possibilidade e cita outros nomes da oposição que podem ir para a disputa: o senador Garibaldi Filho e o deputado federal Henrique Eduardo Alves, pelo PMDB, e a deputada estadual Gesane Marinho (PDT).

O desafio, observa ele, será levar os partidos oposicionistas a convergir em torno de um candidato, como aconteceu em 2006, quando fecharam com a candidatura de Garibaldi Filho ao Governo do Estado e da senadora Rosalba Ciarlini (DEM) ao Senado.

Rosalba

Ainda durante a visita à redação do Nominuto, Felipe Maia comentou as notícias de que a senadora Rosalba Ciarlini votará a favor da prorrogação da CPMF, apoiando a proposta do governo federal e contrariando a orientação do DEM. O deputado relatou que a correligionária, em conversas com outros membros da legenda, nega que vá adotar essa postura e reafirma seu voto contrário à CPMF.

Questionado sobre os diálogos que Rosalba tem mantido com setores do Palácio do Planalto, Felipe Maia os vê como naturais, já que, segundo ele, tratam de projetos de interesse do Rio Grande do Norte, independente de questões político-partidárias. "Rosalba não fecha a porta para o governo, em termos administrativos, mas não há discussão de aproximação política".
A+ A-