“O PT não abre mão da candidatura de Fátima”, afirma presidente do PT no RN

Eraldo Paiva disse que o PT tem como prioridade a reeleição de Dilma e a candidatura de Fátima ao Senado.

Marília Rocha,
Gerlane Lima/Nominuto.com
Eraldo Paiva disse em entrevista que o PT tem como prioridade a reeleição de Dilma e a candidatura de Fátima ao Senado

O diálogo entre os partidos sobre as eleições desse ano tem alterado o cenário político das alianças no Rio Grande do Norte. O assunto foi tema de entrevista com o presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Eraldo Paiva nesta segunda-feira (10) ao programa RN Acontece da Band.

“O Partido dos Trabalhadores vem dialogando com os partidos da base de Dilma que apoiam o projeto do PT no âmbito nacional. Foi assim com o PSD em reunião na semana passada”, detalhou o petista.

Na última quinta-feira (6) os integrantes do PT e do Partido Social Democrático (PSD) conversaram sobre as eleições 2014. Em pauta a candidatura de Fátima ao Senado em uma chapa com o atual vice-governador e presidente estadual do PSD, Robinson Faria ao Governo. “Tivemos uma reunião muito boa com Robinson e ficou acertado que vamos caminhar pelo Estado para ver a receptividade da população”, garantiu o presidente.

Sobre a formalização da união entre PT e PSD, Eraldo disse que não há definição, mas que o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab já anunciou apoio a Dilma e que a postura contribui para a aliança. “Temos uma definição da direção nacional, com foco na reeleição de Dilma e local com a candidatura de Fátima ao Senado. Os partidos que estiverem em sintonia com o PT nesses dois recortes poderão ser aliados”, contou.

Durante a entrevista, Eraldo foi questionado por Diógenes Dantas sobre a imposição do nome de Fátima ao Senado. “No mundo atual e principalmente na política, não se impõe nada. Apenas trabalhamos com o convencimento. Temos que ter um projeto e o nosso é apresentar a nossa deputada federal ao Senado”, comentou.

Sobre uma possível aliança do PT com o PSB, Eraldo Paiva disse que conversou com a líder estadual e ex-governadora Wilma de Faria sobre a aliança, mas que o cenário nacional dificulta o diálogo. “O PT foi apoiador da gestão de Wilma e apoiamos Iberê para o Governo. Não precisamos do PMDB para conversar com o PSB, mas o PT tem a candidatura de Fátima Bezerra e não vamos abrir mão disso porque o povo quer”, justificou.

Na próxima sexta-feira (14), o Partido dos Trabalhadores terá uma conversa com o prefeito de Natal, Carlos Eduardo e o calendário político eleitoral do PT inclui ainda uma agenda com o vice-governador Robinson Faria (PSD). “Vamos - PT e PSD - estar no dia 22 de fevereiro em Mossoró junto com o vice-governador, ouvindo a nossa militância e vamos dialogar com as bases”, comenta Eraldo Paiva.

Além do PSD, o PT irá abrir diálogo ainda com os integrantes do PCdoB e partidos da base da presidente Dilma Rousseff (PT).

Em janeiro o presidente do PT, Rui Falcão veio ao Rio Grande do Norte. Sobre o encontro, Eraldo Paiva disse que houve o reforço na prioridade para as eleições desse ano. “Conversamos com Rui sobre a reeleição de Dilma e os projetos nacionais”, frisou.

Aniversário do PT
Nesta segunda-feira (10) o Partido dos Trabalhadores completa 34 anos. O partido vai comemorar no Rio Grande do Norte em sessão na Assembleia Legislativa.


A+ A-