Mourão é vacinado com primeira dose da Coronavac em Brasília

"Hoje fiz minha parte como cidadão consciente", afirma vice-presidente, de 67 anos.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Reprodução/Twitter
Vice-presidente da República, Hamilton Mourão, é vacinado com primeira dose da Coronavac; "É tranquilinha, não dói".

SELO-CORONA-100O vice-presidente Hamilton Mourão foi vacinado nesta segunda-feira (29), com a primeira dose da Coronavac, vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Mourão sempre foi um defensor da vacina contra covid-19 dentro do governo, ao contrário do presidente Jair Bolsonaro, que em mais de uma ocasião pôs em dúvida a eficácia da Coronavac.

“É importante que todos sejam vacinados. Cada um dentro da sua vez, chegando a sua hora dentro da fila bonitinho, direitinho”, disse o vice-presidente, que tem 67 anos, após receber a primeira dose do imunizante no drive thru do Shopping Iguatemi, em Brasília. “A vacina é tranquilinha, não dói. O pessoal pode vir tranquilo, rapidinho”, acrescentou Mourão, que já contraiu a doença.  

A Coronavac é uma das duas vacinas em aplicação no País contra a covid-19. Até pouco tempo atrás, era chamada de “vacina chinesa de Doria” pelo presidente Jair Bolsonaro, numa referência ao governador de São Paulo, João Doria, seu adversário político.

No ano passado, Bolsonaro chegou a recusar a compra do imunizante, sob o argumento de que não confiava no seu local de fabricação. O próprio Mourão disse ao Estadão, no entanto, que todos os insumos para a produção de vacinas vinham da China, até mesmo os usados na AstraZeneca, desenvolvida com a Universidade de Oxford.

Na prática, o presidente só mudou de estratégia diante da queda de popularidade e ampliação do desgaste de sua imagem. Após um ano de pandemia de coronavírus, Bolsonaro anunciou na semana passada a criação de um comitê nacional para adotar ações de combate à doença. O comitê, no entanto, vem enfrentando críticas por parte de governadores e teve até mesmo cancelada uma reunião prevista para esta segunda-feira.

Do alto escalão do governo já foram vacinados os ministros Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), de 73 anos, e Paulo Guedes, da Economia, de 71 anos. Nas redes sociais, Mourão destacou ter feito sua parte “como cidadão” ao se vacinar. “Hoje fiz minha parte como cidadão consciente e recebi a primeira dose da vacina contra a covid-19 (Coronavac). Espero que, em breve, o maior número possível de vacinas chegue à população brasileira”, escreveu o vice-presidente.

Na conversa com jornalistas após ter sido imunizado, Mourão não quis falar sobre o pedido de demissão do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. “Esse assunto não vou comentar”, disse. Em janeiro, o vice chegou a dizer que Araújo poderia ser trocado como parte de mudanças na equipe ministerial.

Mourão sempre teve “senões” à política adotada por Araújo. Ainda no ano passado, ele tentou apaziguar uma crise diplomática, provocada por críticas do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL), endossadas por Araújo, ao embaixador da China no Brasil, Yang Wanming.

Tags: Coronavac covid-19 Hamilton Mourão primeira dose vacinação
A+ A-