Garibaldi: “Não vejo a menor possibilidade de estar de braços com Wilma”

Senador descarta aliança com o sistema político da governadora Wilma de Faria.

Josenildo Carlos,
Petrúcio Ferreira
Garibaldi: "Depois de tanto combater Wilma, como vou mudar agora?"
Em entrevista ao programa Pra Frente Seridó, da Rádio Rural AM de Caicó, no último final de semana, o senador Garibaldi Filho (PMDB) ratificou sua posição de adversário político da governadora Wilma de Faria (PSB). “Não vejo a menor possibilidade de estar de braços com a governadora Wilma nas próximas eleições”, disse o senador. “E podem me cobrar isso lá na frente”, completou ele, dirigindo-se aos apresentadores do programa.

Garibaldi lembrou que nas últimas eleições vem disputando os pleitos contra a governadora e seu sistema político. “Ao longo desse tempo venho fazendo críticas ao seu modelo de administrar. Então, como é que vou mudar agora?” questionou. “Eu não teria cara de chegar para o povo, depois de tanto combatê-la, e dizer que me juntei a ela”.

Mas o senador frisou que as diferenças que mantém com Wilma são no campo político e administrativo. “Minhas divergências com a governadora são políticas e em seu modo de administrar. Ela é centralizadora”, disse. “O atual governo precisa ser mais agressivo. Precisa de obras estruturantes. Precisa crescer e se desenvolver”.
A+ A-