Futuro de vereadores do PV será decidido na próxima semana

A comissão de ética do partido está concluindo o processo que trata sobre o posicionamento de três vereadores com relação ao Plano Diretor de Natal.

Júlio Pinheiro,
Vlademir Alexandre
Comissão de Ética do PV decide futuro de três vereadores.
O futuro dos vereadores Aquino Neto, Júlio Protásio e Sargento Siqueira no Partido Verde deverá ser definido até a próxima sexta-feira (31) pela comissão de ética do partido. Os parlamentares estão sendo julgados devido a suas posições com relação à votação do projeto do Plano Diretor de Natal.

Entendendo que os vereadores durante o processo de votação do PDN tiveram um posicionamento que ía de encontro aos ideais do PV, a comissão de ética do partido ouviu os parlamentares para que eles tivessem a oportunidade de explicar os motivos que os levaram a votar favoravelmente algumas emendas que o partido orientou por suas derrubadas.

O presidente da comissão de ética do PV, Elias Nunes, não quis adiantar o conteúdo do processo e nem quais as medidas que o partido tomará com relação aos vereadores. No entanto, os parlamentares verdes podem, segundo o estatuto do partido, ser submetidos a três tipos de penalidades: a advertência, a suspensão ou a expulsão.

O PV possui quatro vereadores na Câmara Municipal do Natal, mas apenas o vereador Edivan Martins, líder do partido no Legislativo Municipal, seguiu a orientação do partido e votou favoravelmente ao veto do prefeito Carlos Eduardo, que suprimia três das emendas mais polêmicas do PDN.
A+ A-