Fátima terá nova reunião com a bancada federal para discutir saída da Petrobras do RN

Governadora e parlamentares se reúnem nesta segunda com intuito de encontrar soluções para permanência da estatal.

Da redação,
Reprodução / Twitter
Fátima Bezerra já teve uma reunião com a bancada federal na semana passada logo após o anúncio da Petrobras sobre os desinvestimentos no RN.

A governadora Fátima Bezerra (PT) irá se reunir mais uma vez com a bancada federal do Estado nesta segunda-feira (31). A gestora e os parlamentares irão discutir a venda dos ativos da Petrobras no Rio Grande do Norte, que foi anunciada na semana passada e está no plano de desinvestimento da estatal.

Em reunião com a governadora ainda na última quinta-feira (27), o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, informou à gestora que há empresas interessadas na venda.

Fátima Bezerra disse que será criado um grupo de trabalho com um representante do Estado e da Petrobras para acompanhar todo o processo de venda dos ativos da empresa no RN – que representa o fim da produção de petróleo no Estado. Quem vai representar o governo nesta operação é o secretário de Planejamento e Finanças, Aldemir Freire.

Durante a reunião remota que teve com a governadora, o presidente da estatal garantiu que a Petrobras seguirá com o processo de venda dos ativos, mas negou a saída definitiva da empresa do Estado. De acordo com ele, ainda terá operação no RN por meio de projetos em águas profundas. Contudo, as expectativas para começar o trabalho neste campo é superior a cinco anos a partir do fim da etapa de estudos.

Fátima utilizou as suas redes sociais na semana passada para criticar a decisão da estatal de vender os ativos no RN. Na primeira postagem sobre o tema, ela disse ter recebido a notícia com perplexidade e indignação e disparou contra o governo federal.

“O RN inteiro recebe com perplexidade e indignação a notícia de que o Governo Federal quer desmontar e retirar a Petrobras do nosso território. Sequer fomos comunicados da venda dos ativos da estatal, que é uma das mais importantes fontes para a nossa economia”, lamentou a gestora.

Em uma primeira reunião com membros da bancada federal na semana passada para tratar o tema, a governadora disse que os parlamentares do RN e o Governo do Estado estão unidos para tentar garantir a presença da estatal em território potiguar.

“O que prevaleceu foi o sentimento de coesão e união em defesa dos interesses do RN. Próxima segunda-feira teremos uma nova reunião onde a nossa equipe vai apresentar um estudo destacando quais que uma eventual saída da Petrobras traria para o desenvolvimento econômico e social do nosso estado”, escreveu Fátima na última quarta-feira.

Tags: Política
A+ A-