Disson é recebido com festa em Goianinha

Milhares de pessoas foram às ruas e vibraram com a revogação da prisão do prefeito afastado do Município.

Júlio Pinheiro,
Fábio Rabelo
Emoção marcou o retorno de Disson a Goianinha nesta quarta-feira (23).
O prefeito afastado de Goianinha, Rudson Lisboa, o "Disson", foi recebido com uma grande festa em Goianinha após passar mais de quarenta dias longe da cidade. O alvará de soltura de Disson foi concedido na tarde desta quinta-feira (23) pelo Tribunal de Justiça do Estado.

Ao chegar nas proximidades de Goianinha, Disson foi recepcionado por uma comitiva que se preparou para levar o prefeito em uma grande carreata até o centro da cidade. Nos braços da multidão, o prefeito foi levado até uma picape e seguiu em frente a um carro de som, que tocava músicas da campanha de Disson.

No percurso da carreata, a multidão gritava palavras de apoio ao prefeito, demonstrando acreditar em sua inocência e elogiando o trabalho que ele desenvolveu em Goianinha.

“O povo de Goianinha está aqui para demonstrar a felicidade que está sentindo em ver o seu prefeito livre”, vibrou o presidente da Câmara Municipal da cidade, vereador Júnior Rocha (PMDB).

Com muita música, bebida e fogos de artifício a carreata chegou ao centro de Goianinha onde Disson caminhou entre a população e não conteve as lágrimas.

“Eu esperava encontrar os meus amigos por aqui, mas não esperava uma recepção tão grande. É muito bom estar em casa e saber que todos acreditam na minha inocência”, declarou emocionado Rudson Lisboa.

Antes de entrarem na Igreja, a população cantou “parabéns a você” para Rudson Lisboa, que passou o seu aniversário de 40 anos – no dia 2 de agosto – foragido da polícia.

Missa 

A igreja de Nossa Senhora dos Prazeres, em Goianinha, ficou pequena para a quantidade de pessoas que quis acompanhar a missa em Ação de Graças à volta de Rudson Lisboa à cidade.

Celebrada pelo Monsenhor Armando de Paiva, que está em Goianinha há 49 anos, a missa foi uma sugestão do próprio Monsenhor, que tem uma grande amizade com Disson.

“Eu fiz o casamento dos pais dele (de Disson), o seu batizado e o seu casamento. Tenho um enorme carinho por Rudson”, declarou o celebrante.

Ao se encontrarem, o Monsenhor Armando e Rudson Lisboa se abraçaram e choraram juntos, recebendo os aplausos da população que lotou a igreja. Antes de começar a celebração os sinos da igreja badalaram para comemorar o retorno do prefeito a Goianinha.
A+ A-