Comissão de Saúde cobra convocação do cadastro de reserva do concurso de 2018

Reunião contou com a presença de autoridades políticas e jurídicas do município, além de diversos profissionais da área da Saúde, que compareceram ao plenário.

Da redação, Câmara de Natal,
Elpídio Junior
Secretário de Saúde de Natal, George Antunes, destacou o debate propositivo realizado pelo Legislativo natalense.

A Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Câmara Municipal de Natal se reuniu nesta segunda-feira (18), no plenário da Casa. Em pauta, o não chamamento do cadastro de reserva do último concurso, em 2018, e assuntos como o déficit de profissionais nas Unidades Básicas de Saúde. A reunião contou com a presença de autoridades políticas e jurídicas do município, além de diversos profissionais da área da Saúde, que compareceram ao plenário para expor as questões que preocupam a categoria.

"Durante o encontro de hoje ficou claro que existe um déficit de trabalhadores na Saúde da capital potiguar e a Prefeitura está consciente da necessidade da convocação dos candidatos do cadastro de reserva do concurso de 2018. Para tanto, existe a necessidade dos estudos acerca dos impactos financeiros antes de convocar. A boa notícia é que 315 concursados serão chamados até março de 2022 para substituir os profissionais temporários. Portanto, conseguimos avançar", informou o presidente da comissão, vereador Preto Aquino (PSD).

Na sequência, o secretário de Saúde de Natal, George Antunes, destacou o debate propositivo realizado pelo Legislativo natalense. "Essa comissão é extremamente atuante e promove discussões com a participação de todos os segmentos", pontuou. "Em 2021, investimos muitos recursos para combater a pandemia do novo coronavírus e não estamos mais em condições de honrar com nossos compromissos. Enquanto isso, o Governo do Estado tem uma dívida que beira os R$ 60 milhões com a Prefeitura e nem sequer aceita discutir o assunto conosco", acrescentou.

Representando os candidatos que estão no cadastro de reserva do concurso de 2018, a ativista Sônia Godeiro falou sobre a importância de reforçar o quadro permanente dos servidores do Município. "Os funcionários efetivos criam vínculos sólidos com a comunidade e oferecem um atendimento melhor. São profissionais que estudaram, se prepararam e estão ansiosos para assumir seus postos de trabalho. Felizmente, as coisas avançaram, pois no início do ano que vem serão chamados 315 candidatos. Porém, precisamos de um número maior e vamos lutar por isso".

Ao final da reunião, o colegiado aprovou dois projetos de lei: PL 186/2021, do vereador Robson Carvalho (PDT), sobre medidas de transparência em relação à vacinação da Covid-19 em Natal e o PL 230/2020, do vereador Bispo Francisco de Assis (Republicanos), que cria o vale creche para famílias de baixa renda.

Tags: câmara de natal Prefeitura do Natal saúde
A+ A-