Brasil não aguentará um 2021 de acotovelamentos e das pautas do "eu", afirma Arthur Lira

Candidato à presidência da Câmara visita o RN em busca de apoio para sua eleição.

Fátima Elena Albuquerque,
Fátima Elena Albuquerque
Lira concedeu entrevista, acompanhado de outros deputados federais, do ministro Rogério Marinho e do prefeito Álvaro Dias.

O candidato à presidência da Câmara dos Deputados, e favorito de Jair Bolsonaro, Arthur Lira (Progressistas) cumpre agenda nesta sexta-feira (15) em Natal. Ele vem percorrendo todo o País, em busca de apoio para sua campanha. Em uma entrevista coletiva com a imprensa, na manhã de hoje, o deputado criticou a "centralização excessiva de poder" da Casa, na atual gestão Rodrigo Maia (DEM). Ele afirmou que, se eleito, fará uma "Câmara do 'nós' e não do 'eu'". “Nós somos todos iguais, somos 513 deputados”, destacou.

O deputado alagoano já recebeu o apoio de parte da bancada potiguar. Durante o encontro com a imprensa, o parlamentar estava acompanhado dos deputados Carla Dickson (PROS), João Maia (PL), General Girão (PSL), Benes Leocádio (Republicanos) e Beto Rosado (PP), que declararam voto em Arthur Lira. Também estavam presentes o ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho, o prefeito Álvaro Dias, além de deputados federais de outros estados.

A exemplo do que vem defendendo em outros estados da federação, Arthur Lira afirmou que caso seja eleito, sua primeira atitude será, juntamente com o presidente do Senado, a instalação de uma comissão mista de orçamento, para que urgentemente o Congresso possa votar o orçamento de 2021 e, assim, possa ser combinado o que será possível se fazer diante de um cenário crítico das contas públicas, tanto no que diz respeito à liberação de emendas parlamentares, quanto  ao aumento de gastos.

Entre as pautas mais urgentes, a serem discutidas e votadas, Arthur Lira destacou uma reforma emergencial. “Precisamos definir se haverá a extensão ou não do auxílio emergencial e se vamos ter condições políticas para isso. Precisamos ter coragem para discutir o orçamento e a criação de um novo programa, seja ele Renda Cidadã, Verde Amarelo, Branco e Verde ou Preto e Amarelo. Ele terá que ser criado para dar condições às pessoas que estão abaixo da linha de pobreza e fora do Cadastro Único”, disse o deputado. Ele também disse que as reformas econômicas andarão e que a reforma tributária precisa ser discutida com muito cuidado, pois estados, municípios e categorias pensam diferentemente.

Arthur Lira disse que Brasília não pode, politicamente, atrapalhar o crescimento do País e defendeu uma previsibilidade na pauta: “Nós vamos fazer reunião do colégio de líderes todas as quintas-feiras à tarde para definir as pautas da semana seguinte, ou seja, os deputados vão poder, com cinco dias de antecedência, saber o que será votado, quem é o relator e o relatório. Isso para que ninguém seja pego de surpresa com matérias que muitas vezes impactam na economia, no social, na educação e na saúde, de acordo com a conveniência pessoal”, explicou.

coletiva-ArthurLira2-H

Sempre alfinetando o atual presidente Rodrigo Maia, o parlamentar afirmou que o que se vive na Casa, atualmente, é a pauta de um e não de 513. “Isso, definitivamente, será banido. Quando o presidente da Câmara se posicionar publicamente, essa será a posição da Câmara dos Deputados, depois de ouvidos todos os seus integrantes e líderes. Isso levará ao fortalecimento da instituição”.

Na semana passada, o deputado Arthur Lira percorreu os estados da região Norte e nesta semana, vem visitando estados do Nordeste. O parlamentar já esteve em Alagoas, Piauí, Paraíba e Ceará. Na programação do deputado federal ao Rio Grande do Norte estão visitas ao prefeito de Natal, Álvaro Dias, e ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira.

O candidato encerra a visita ao RN em um almoço com a participação do ministro das Comunicações Fábio Faria, dos deputados federais Beto Rosado, João Maia, General Girão, Carla Dickson, além de outros convidados.

Tags: Arthur Lira Câmara dos Deputados eleição na Câmara
A+ A-