Benes Leocádio assume coordenação da bancada federal

Deputado do Republicanos substitui Rafael Motta (PSB) na função que exige bom relacionamento com o governo estadual e federal.

Rafael Araújo,
Facebook / Benes Leocádio
Benes Leocádio substitui o deputado Rafael Motta (PSB) na coordenadação da bancada federal do estado.

O deputado federal Benes Leocádio (Republicanos) foi escolhido por unanimidade pelos parlamentares do Rio Grande do norte, como novo coordenador da bancada potiguar. Nas redes sociais, ele agradeceu a confiança dos colegas por o escolherem para o cargo e também parabenizou o seu antecessor, Rafael Motta (PSB).

"Fui escolhido por unanimidade pelos parlamentares do RN, como novo coordenador da bancada potiguar. É mais um desafio que vou cumprir com afinco, responsabilidade e compromisso com nosso Estado. Agradeço a confiança dos meus pares nesta escolha e parabenizo o trabalho realizado pelo deputado Rafael Motta, que tão bem coordenou esta bancada”, escreveu o parlamentar.

Benes Leocádio substitui o deputado Rafael Motta (PSB), na função de coordenar liberação de emendas de bancada e dialogar com os governos estadual e federal.

Em uma de suas primeiras ações como coordenador da bancada federal, o deputado Benes Leocádio e demais parlamentares se reuniram nessa segunda-feira (31) para discutir as emendas a serem incluídas na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2021.

“Definimos três emendas da bancada, sendo duas para obras hídricas e uma revertida para a duplicação da BR 304”, disse Benes Leocádio.

Saída da Petrobras do RN

De acordo com o parlamentar, a venda de ativos da Petrobras foi a pauta da sua primeira reunião como coordenador da Bancada Federal do RN, ainda na manhã dessa segunda-feira.

“Conduzimos os debates dos deputados e senadores, com a governadora Fátima Bezerra e secretários estaduais, buscando alternativas para o assunto. Definimos a participação do deputado federal Beto Rosado e do senador Jean Paul Prates no grupo de trabalho responsável por buscar soluções junto a diretoria da Petrobras”, disse o coordenador.

Benes reforçou ainda que a bancada está empenhada e acompanhando de perto a questão da saída da Petrobras, a fim de compreender os efeitos da venda desses ativos e evitar que a economia potiguar sofra maiores perdas.

Tags: Política
A+ A-