Seap faz operação na Guarita para apurar ameaças a policiais penais

Incursão foi comandada pelo secretário Pedro Florêncio Filho, com apoio de 25 profissionais.

Da redação, SEAP,
Cedidas/SEAP
Ação contou com 25 policiais penais de várias unidades da capital e ajudará no procedimento apuratório instalado pela Seap.

A Secretaria da Administração Penitenciária (Seap) realizou no final da tarde desta quarta-feira (27), uma operação na localidade da Guarita, no bairro do Alecrim, em Natal, para averiguar informes envolvendo ameças contra a vida de policiais penais do Estado. A ação contou com 25 policiais penais de várias unidades da capital e ajudará no procedimento apuratório instalado pela pasta.

A incursão policial foi comandada pessoalmente pelo secretário da Seap, Pedro Florêncio Filho, com a participação de policiais do Departamento de Operações Táticas (DOT), Grupo de Operações Especiais (GOE), Grupo de Escolta Penal (GEP), Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e Grupo Prisional de Operações com Cães (GPOC).

PoliciaisPenaisGuarita

Os policiais chegaram à Guarita por volta das 17 horas. Foram verificadas as situações de internos monitorados com o uso de tornozeleiras eletrônicas e checadas localizações de onde podem ter partido as ameaças de morte. Os servidores realizaram diversas abordagens e recolheram informações para subsidiar o procedimento apuratório instaurado pela Seap. Para Pedro Florêncio, nenhum grupo criminoso pode ameaçar um policial e ficar impune. “Ameaçar um policial é ameaçar o próprio Estado”, disse.

Tags: Polícia SEAP
A+ A-